Clicky

Home - Convergência Digital

TJSP revê decisão e autoriza monitoramento de celular para controle da Covid-19

Convergência Digital* - 13/05/2020

O desembargador Beretta da Silveira, integrante do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo, revogou liminar, por ele mesmo concedida, que impedia o monitoramento dos celulares de uma cidadã. Na decisão, o magistrado destaca que o Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre as operadoras de telefonia móvel e o Governo paulista, aprovado pela Anatel e pelo IPT, está voltado, tão somente, ao conhecimento dos dados anônimos dos titulares de telefone celular.

A autora impetrou mandado de segurança para excluir os números de seus celulares do monitoramento do deslocamento geográfico previsto no projeto Sistema de Monitoramento Inteligente, decorrente do convênio entre Estado e operadoras de telefonia, sob o argumento de invasão de sua privacidade. Em 28 de abril o desembargador Beretta da Silveira deferiu a liminar, revogada hoje após reanálise do caso.

De acordo com a decisão, ao examinar o acordo, constatou-se que uma das cláusulas estabelece que não há tratamento de dados pessoais; “circunstância que escaparia ao menos em tese – da invasão aludida pela Impetrante, até porque – é fato incontroverso – a preocupação única do governo, ciente da movimentação geral de pessoas nesta unidade federativa, se concentra em adotar as adequadas políticas públicas que possam conter a disseminação do vírus e, assim, preservar a saúde de todos”. A decisão também cita opiniões jurídicas favoráveis ao acordo. 

* Com informações do TJSP

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/11/2020
Home office disparou o custo com contas de luz, de água e de Internet

30/11/2020
Coleta de dados pelas operadoras para combate à Covid-19 vai até o dia 31 de dezembro

19/11/2020
TJRJ cria canal online para pedido de proteção contra violência doméstica

19/11/2020
Com GSI e PF, Judiciário reage aos hackers e agiliza estratégia contra cibercrime

18/11/2020
Governo determina pagamento integral do 13º de quem teve jornada reduzida pela Covid-19

17/11/2020
Covid-19 ajuda e-mail na nuvem a desbancar e-mail tradicional

17/11/2020
Covid-19 repaginou o papel do PC e 5G entra na estratégia corporativa

12/11/2020
Pós-Covid: aberta a 1ª etapa de certificação de mentor internacional

12/11/2020
CNJ convoca PF e CDCiber para Comitê de Segurança Cibernética

12/11/2020
STJ: Rede social não pode ser multada por não fornecer dados que não existem

Destaques
Destaques

Qualcomm e Nokia: Ondas milimétricas são a mudança do modelo de negócio no 5G

Ondas milimétricas não apenas uma banda a mais para o 5G, mas são a base das novas aplicações com baixíssima latência, diz Francisco Soares, da Qualcomm. Wilson Cardoso, da Nokia, adverte que, até 2025, serão instaladas 200 mil ERBs para atender verticais específicas como a indústria 4.0.

Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

"Não há como fazer obrigação em cibersegurança. O ambiente tem de ser cooperativo e não é apenas com as teles. São mais de 10 mil pequenos prestadores de serviços e eles têm de estar ativos. Temos de ter uma coordenação entre todos os atores", disse o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

5G precisa ser aberto e transparente

Por Fabio Rua

É possível afirmar que estamos vivendo um momento extremamente crucial na história da tecnologia, ainda mais após todo o processo de aceleração digital e transformação exigidos durante o período da pandemia de COVID-19. As decisões que tomarmos hoje sobre como as redes 5G serão construídas em nosso país terão um impacto sem precedentes na transformação dos negócios.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site