GOVERNO

Carteira de Trabalho digital adota CPF para identificar trabalhador

Luís Osvaldo Grossmann ... 24/09/2019 ... Convergência Digital

O governo federal publicou nesta terça, 24/9, a Portaria 1.065/19, com as regras para a emissão da nova Carteira de Trabalho digital, que além de ser equiparado ao documento em papel passa a adotar como identificação do trabalhador o número do CPF. 

Segundo a norma, a Carteira de Trabalho digital será previamente emitida a todos os inscritos no CPF, mas precisa ser habilitada. Para isso, é necessária a criação de uma conta de acesso no endereço web ‘acesso.gov.br’. Isso pode ser feito tanto pelo aplicativo específico, disponível em Android e iOS, como pela utilização do serviço via portal www.gov.br. 

Empregadores que têm a obrigação de uso do sistema de escrituração digital eSocial, a comunicação pelo trabalhador do número do CPF equivale à apresentação da CTPS em meio digital, ficando o empregador dispensado da emissão de recibo. Além disso, os registros eletrônicos gerados pelo empregador nos sistemas informatizados da Carteira de Trabalho digital equivalem às anotações previstas na CLT. 

Como regra final, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia prevê que a Carteira de Trabalho em meio físico poderá ser utilizada, em caráter excepcional, enquanto o empregador não for obrigado ao uso do eSocial.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Telebras aumenta capital em R$ 1,59 bilhão e cobra calote da FIFA

Acionistas aprovaram a medida - uma reação à privatização pretendida pelo Governo Bolsonaro - e o capital da estatal passará a ser de R$ 3,1 bilhões. Estatal também foi à Justiça para cobrar R$ 9,2 milhões da FIFA por serviços prestados na Copa do Mundo de 2014.

Com novo marco das teles, governo prepara leis para Fust, antenas e datacenters

MCTIC resgata agendas antigas e aponta para regra nacional que dispense antenas de 5G do licenciamento municipal, enquadrando-as como mini-ERBs. 

Autoridade de Dados vai ser a fiscal do compartilhamento de dados do Governo

As regras para o compartilhamento de dados foram estabelecidas no decreto 10.046, mas tudo terá o crivo da ANPD, diz Ciro Avelino, do Governo Digital.

Comitê de dados vai expedir orientações em 90 dias

“Dados interoperáveis, estruturados e automatizados convergem com a LAI e a LGPD. A ideia é que os órgãos conversem para não fazer do cidadão um agente cartorário”, diz o secretário adjunto de governo digital, Ciro Avelino.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G