GOVERNO » Compras Governamentais

Ministério da Economia lança ferramenta para integrar o Comprasnet

Convergência Digital* ... 10/03/2020 ... Convergência Digital

O Ministério da Economia lançou uma ferramenta de integração de sistemas de compras eletrônicas de estados e municípios à Plataforma +Brasil, em preparação à obrigatoriedade de que todos utilizem plataformas online em compras públicas que utilizem recursos federais. 

Até junho deste ano, todos as cidades brasileiras terão de usar o pregão eletrônico nesse tipo de contratação, conforme o estabelecido pelo Decreto nº 10.024/2019. A medida já vale para os estados. Em fevereiro, entrou em vigor, também, para as cidades com mais de 50 mil habitantes.

“O Comprasnet é gratuito e pode ser utilizado por todos os interessados. Todavia, caso o município ou o estado já possua o seu próprio sistema de compras, o ministério também oferece agora essa ferramenta de integração”, explica o secretário de Gestão, Cristiano Heckert. 

A Plataforma +Brasil é um sistema integrado que busca reunir as diferentes modalidades de transferências de recursos da União. Até 2022, a Plataforma vai operacionalizar todas as 30 modalidades de transferências, totalizando a gestão de aproximadamente R$ 380 bilhões por ano. Até o momento, estão sendo operacionalizadas nove modalidades de transferências de recursos da União.

Para os interessados em utilizar a nova ferramenta, a Secretaria de Gestão (Seges) do ME elaborou um manual com todas as informações sobre o processo de integração entre os sistemas. A publicação está disponível no portal da Plataforma +Brasil. O Comprasnet já está integrado à Plataforma +Brasil.

* Com informações do Ministério da Economia


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

PL quer adiar venda do Serpro, Dataprev, Telebras e outras estatais

Proposta, que está em análise na Câmara dos Deputados, ressalta que o 'períodos de crise são um excelente momento para quem compra e péssimo para quem vende'. Privatizações estão agendadas para junho de 2021. Ideia é adiar as vendas para 12 meses após o fim da pandemia de Covid-19.

STF derruba MP que mandava teles repassarem dados de clientes ao IBGE

Prevaleceu o entendimento da relatora, Rosa Weber, de que a ordem de recolher nome, endereço e telefone de todos os clientes de telefonia fixa e móvel configura medida excessiva, sem finalidade delimitada ou garantias suficientes. 

Governo lança guia de melhores práticas de adequação à LGPD

Manual ressalta que o compartilhamento de informações na administração é possível, mas precisa respeitar os princípios da Lei Geral de Proteção de Dados. 

Toffoli pede vista e adia julgamento sobre bitributação do software no STF

Suspensão do julgamento agrada o setor de tecnologia da informação, que defende uma análise conjunta das diferentes ações sobre o mesmo tema, uma vez que a primeira delas já tem mais de 20 anos. 

“Sem clima”, governo adia privatização de Serpro, Dataprev e Telebras

Secretário de desestatização, José Salim Mattar, por conta do coronavírus, empurrou toda a agenda de venda de ativos. Por enquanto, estatais de TI ficaram para o fim de 2021. A Telebras foi para 2022. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G