Clicky

Home - Convergência Digital

Capdeville, CTIO da TIM: "Usamos equipamentos chineses há vinte anos e não há nada que desabone a rede brasileira"

Ana Paula Lobo - 16/12/2020

Ao falarem mais uma vez da situação da Huawei na briga com governo Bolsonaro em uma coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, 16/12, os executivos da TIM Brasil lembraram que os equipamentos chineses- não apenas da Huawei, mas de outros fabricantes como ZTE e FiberHome - são usados há 20 anos e, até o momento, não houve nenhum vazamento de dados ou a rede ficou em risco, mesmo com a realização de grandes eventos como Copa do Mundo de 2014.

"A FiberHome fornece para 50% das empresas de Internet. Não podemos ficar regulando o passado. Precisamos avançar em capacidade. Não há nada que desabone a infraestrutura existente no Brasil. A mudança se imposta implica mudanças até para o mercado corporativo, ao lembrarmos que roteadores e equipamentos Wi-Fi são de fabricantes chineses", diz o CTIO da TIM Brasil, Leonardo Capdeville.

O executivo foi além. Ele reforçou que não é possível mensurar o impacto financeiro de uma restrição aos fornecedores chineses, mas observa que haverá um impacto ainda mais relevante que será usar recursos novos para refazer o que já está pronto e funcionando. O presidente da TIM Brasil, Pietro Labriola, admitiu a preocupação, mas diz que, após reuniões, 'há um claro entendimento no governo de tentar resolver a questão sem causar prejuízo ao setor'.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/04/2021
TIM supera 2 milhões de faturas pagas via PIX

22/04/2021
Na China, 5G impulsiona receita, mas gasto com eletricidade acende sinal vermelho

22/04/2021
Dish Network terá Open RAN 5G 100% baseado na nuvem da AWS nos EUA

20/04/2021
Kaspersky define 5G como instigante e prioriza Centro de Transparência do Brasil

20/04/2021
TCU vê risco de Justiça parar 5G por disputa com satélites

20/04/2021
TIM alcança 1,8 Gbps no 5G stand alone no Brasil

19/04/2021
Com internet fixa restrita, TIM vê Claro ampliar distância durante a pandemia

19/04/2021
Qualcomm demonstra chamadas 5G com ondas milimétricas

16/04/2021
TIM amplia cobertura 4G em shoppings de São Paulo

16/04/2021
Romênia se junta à Suécia e Reino Unido e tem projeto para barrar Huawei no 5G

Destaques
Destaques

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Programado para acontecer de 28 de junho a 01 de julho, o organizador, GSMA, fechou um acerto com as autoridades espanholas para isentar os participantes das restrições impostas às pessoas de fora da União Europeia.

Highline se propõe a comprar licença 5G e oferecer espectro como serviço para ISPs

A proposta da empresa, explicou Luis Minoru, diretor de estratégia e novos negócios, é o de oferecer toda a infraestrutura na modalidade de serviço. Já há testes em andamento, não revelados, para o funcionamento da modalidade que inclui a operação de telefonia móvel.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site