Clicky

Convergência Digital - Home

Redes definidas por software ficam estratégicas com aplicações na nuvem

Convergência Digital
Por Roberta Prescott - 11/02/2020

As redes definidas por software (SDN, do inglês software-defined networking) estão cada vez mais presente nas empresas. E a maior adoção delas vai impulsionar a adoção de serviços gerenciados de rede e de segurança, segundo apontou a consultoria IDC.

Conforme explicou Luciano Saboia, gerente de pesquisa e consultoria de TIC da IDC Brasil, começou-se a falar em SDN em 2016, mas naquele ano ainda não se tinha uma visão clara do conceito. No ano passado, observou-se um amadurecimento das ofertas de SD-WAN, tanto por parte das operadoras como também dos integradores de serviços de TI.

O entendimento agora é de que as redes devem ser tão ágeis quanto as aplicações que por elas passam. “A realidade imposta é formada por políticas centralizadas, redes híbridas, seleção dinâmica do tráfego, segurança, gerenciamento e analytics – que não eram comuns a esse tema”, disse Saboia. Para as empresas, gerenciamento de serviços representa uma grande porta para aumentar as receitas e emplacar projetos que vão além da conectividade. Já os clientes ainda estão pragmáticos, tomando ao tomar decisões, inicialmente, baseadas em reduções de custos.

Saboia explicou que o amadurecimento do mercado indica uma consolidação com foco em management services, com operadoras (e outros players) cada vez mais capazes de gerir serviços integrados. “As funções de rede e segurança serão cada vez mais virtualizadas: roteamento, Firewall e Next-gen Firewall, Session Border Controller - SBC, WAN Optimization, WLAN Controller, gerenciamento e Analytics para redes”, enumerou.

Para Saboia, um dos impulsionadores para este movimento é a necessidade de modernização das aplicações com a migração para a nuvem; “Com o movimento de workloads para nuvem torna-se necessária uma rede definida por software para permitir que a comunicação ocorra de maneira eficiente”, disse.

A IDC apontou que mais da metade das empresas que possuem formação de redes de dados terá implementado alguma iniciativa de SD-WAN até o término do ano de 2020. Estudos da consultoria revelam que 47% dessas empresas consideram players diferentes das operadoras para essa implantação. “Como o mercado está em estágio inicial, estamos estimando que adoção desse serviço tenha um crescimento de mais de 70% em 2020, excluindo-se a conectividade”, completa.


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.

Destaques
Destaques

Brasil investe muito pouco em Inteligência Artificial

O aporte previsto no País é de R$ 70 milhões, muito abaixo, por exemplo do que está sendo feito em países como China, Coreia e Espanha, lamentou o consultor de IA, Eduardo Prado, ao participar do 5x5 TecSummit. Ele advertiu que a transformação digital não acontecerá sem que se mexa nas cabeças das pessoas.

AWS: Nuvem reduz custos em 61% e aumenta eficiência da TI em 74%

O diretor geral da AWS Brasil, Cleber Morais, enfatiza que 2020 foi o ano da disparada na transformação digital e destaca que as instituições financeiras da América Latina estão investindo 76% acima do ano passado em IaaS, PaaS e SaaS. 



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O desafio de administrar toda a rede a partir da nuvem

Por Ed Solis*

De acordo com a consultoria Omdia, o mercado de redes gerenciadas em nuvem cresce a uma taxa anual composta de 28,7%, com receitas de equipamentos previstas em US$ 5,5 bilhões

Como controlar os gastos em nuvem pública?

Por Srinivasa Raghavan*

Se as empresas obtiverem melhor visibilidade do custo de cada serviço em nuvem que utilizam, poderão encontrar o equilíbrio certo entre eles, reduzir as despesas operacionais e obter o melhor valor possível da nuvem.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site