Home - Convergência Digital

Covid-19: Brasil sabe fazer software para 'jogar o jogo' global do digital

Ana Paula Lobo e Luís Osvaldo Grossmann - 08/06/2020

Não faltam projeções sobre o tamanho da demanda brasileira para profissionais de tecnologia. Como apontou o professor, cientista e empreendedor ,Sílvio Meira, ao participar do CD Em Pauta, só no Porto Digital há, neste momento, 80 vagas para engenheiro de software de crise política, econômica e sanitária. Segundo ele, quando o ambiente favorece que a carreira em software entre no imaginário, a resposta acontece. 

“À medida que mais empresas brasileiras olham para o mundo, vai demandar mais competências e mais gente competente. E isso leva a uma exigência ao setor educacional de formar mais gente. Nos últimos 20 anos no Recife, a carreira do profissional digital se tornou tão imersa na sociedade, por tudo que aconteceu no Porto Digital, que hoje é indistinguível do ponto de vista de nota mediana para ingresso de entrada na universidade dos alunos de informática e dos alunos dos principais curso. Entrar em informática é tão competitivo quanto os melhores cursos. Então aqui já existe um imaginário, a ideia de que há uma possibilidade gigantesca de carreira em informática”, contou.

"Tem escolas técnicas que preparam escrever código no ensino médio. Mas essa é uma construção de décadas. Precisa de estratégia, tempo e paciência. Poderia ser acelerado criando mais incentivos, políticas públicas, criando o desafio de empresas brasileiras globalmente competitivas de software, de digital, de sistemas de informação, de games, de animação, de visualização, de analytics, de big data, de nuvem. O universo para a gente competir é imenso. Ninguém da conta desse universo inteiro, uma única empresa digital. E é ótimo que seja assim. Significa que cada um de nós, no seu lugar e a partir dele, pode ser globalmente competitivo.”

Replicável, a boa experiência combina conhecimento e empreendedorismo. “Precisa de capacidade empreendedora, que a gente pode construir; inglês, que a gente pode aprender; codificação, que a gente aprende também. E para os estudos de design, e diria a mesma coisa pros de software, obviamente design. A gente precisa criar o imaginário. As pessoas descobrirem que tem carreiras de longo prazo, de décadas”, disse. “O mundo está escrito em software. Daqui para frente vamos ter cada vez mais bits junto de átomos. Tudo é software, ad infinitum.” Assistam a participação de Silvio Meira sobre capacitação e software.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/05/2021
Empresa lança academia para dar oportuniddes de carreira em TI para pessoas com deficiência

06/05/2021
Bootcamps 2021 abre bolsa de estudos para mais de 30 cursos em TI

05/05/2021
Curso para cloud e IA com 1,2 mil vagas gratuitas encerra inscrição no dia 07

04/05/2021
OAT Solutions aposta em capacitação in company por assinatura

03/05/2021
Santander oferece 50 mil bolsas de estudo para capacitação em TI

30/04/2021
Paula Souza e Microsoft abrem inscrições para 1,2 mil vagas gratuitas em cursos de tecnologia

29/04/2021
Estados e municípios vão ficar com US$ 1 bilhão do BID para digitalização

29/04/2021
Bootcamp oferece 15 mil bolsas de estudo para desenvolvedores de software

08/04/2021
Huawei quer formar 2000 profissionais técnicos em FTTH até o final do ano

05/04/2021
Consultoria oferece 40 bolsas de estudo em Testes Automatizados de Software (Web e Mobile)

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Trabalho híbrido, cloud, segurança, 5G: como fica o mercado de TI no Brasil?

Por Mauricio Suga*

A pandemia da Covid-19 e as mudanças decorrentes dela foram grandes aceleradores da transformação digital, tanto no Brasil quanto a nível mundial. Mudamos a maneira como trabalhamos e entendemos o local de trabalho, como gerimos e nos relacionamos com equipes e, também, revisitamos as prioridades de investimentos organizacionais, sejam elas de curto ou longo prazo.

Destaques
Destaques

Governo reedita redução de jornadas de trabalho e suspensão de contratos por conta da Covid-19

Programa passa a ter validade a partir desta quarta-feira, 28 de abril e terá validade de 120 dias.Trabalhador que for inserido no programa terá estabilidade de até seis meses.

TIC incorporou 59 mil novos profissionais e gerou 1,62 milhão de empregos em 2020

Apesar da adversidade econômica e social com a Covid-19, TIC manteve a empregabilidade em alta. "Respondemos à desoneração da folha de pagamentos cumprindo o que nos cabia. Gerar empregos", afirmou o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.

Receita Federal: Saiba como declarar jornada reduzida no Imposto de Renda

A maior parte dos funcionários do setor de TICs foi incluído no Benefício Emergencial de Preservação de Emprego e da Renda (BEm) em 2020 como medida para aliviar o impacto econômico da Covid-19. Fisco orienta como acertar as contas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site