Oi ajusta aditamento da Recuperação Judicial em plena Assembleia Geral de Credores

Da redação ... 08/09/2020 ... Convergência Digital

Em plena realização da Assembleia Geral de Credores, a Oi apresentou mais ajustes à proposta de aditamento do Plano de Recuperação Judicial. Durante o evento, que acontece de forma virtual nesta terça-feira, 8, a empresa incluiu a consideração da proposta vinculante de Claro, TIM e Vivo como "stalking horse" (direito de cobrir a oferta) pelos ativos da Oi Móvel, a informação é do portal Teletime.

Assim, conforme explicou o CEO da Oi, Rodrigo Abreu, o preço mínimo dessa unidade passa a ser de R$ 15,744 bilhões, acrescidos de R$ 819 milhões de contratos de capacidade de transmissão na modalidade "take or pay". Ou seja: no total, o valor mínimo subiu de R$ 15 bilhões para R$ 16,563 bilhões. Lembrando que esse montante de R$ 16,5 bilhões já considera os R$ 756 milhões "por serviços a serem prestados no período de transição por até 12 meses pelo Grupo Oi às ofertantes" que foi proposto pelo consórcio das teles.

Já para a unidade de fibra, a InfraCo, a Oi incluiu possibilidades de ajuste de endividamento. A empresa considera outras obrigações, além da dívida extraconcursal junto à Telemar, incluindo de dívida extraconcursal de R$ 1,5 bilhão junto às recuperandas e "eventuais dívidas contraídas para financiamento das suas atividades operacionais".

"Para clarificar a possibilidade de recebíveis, foi feito ajuste para considerar que a transação secundária poderá ser feita por meio de recebíveis líquidos e certos contra as recuperandas, até o limite de 50% de cada valor parcela", declarou Abreu. Também há ajuste para considerar que a quitação integral dos créditos com garantia real no ato de fechamento da alienação dos ativos da Oi Móvel.

A empresa também propõe leilão reverso em dois turnos, visando a desalavancagem de curto prazo:

Primeiro turno destinado a credores de títulos com maturidade em até 24 meses da data do leilão
Segundo turno destinado para credores com títulos com maturidade após 24 meses da data do leilão

O valor presente líquido (VPL) de referência para limite superior do leilão precisando ser igual, no mínimo, a 100%.

Há ainda ajustes para considerar que o montante não captado com a linha de empréstimo-ponte (limite de R$ 5 bilhões) poderá ser captado através de outra captação (limite de R$ 2 bilhões, acrescido ao empréstimo-ponte). Mantêm-se as mesmas limitações para não oferecimento de novas garantias. A Oi ainda coloca restrição de utilização de recursos de novos financiamentos garantidos por ações da InfraCo para Capex.

*Fonte: portal Teletime


Internet Móvel 3G 4G
Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Copel Telecom marca privatização para novembro e quer R$ 1,4 bilhão

Edital de venda do braço de telecomunicações da estatal paranaense de energia é previsto para 21/9. Empresa tem 34 mil km de fibras em 399 municípios. 

Oi diz à CVM que movimento de ações se deve a aprovação de plano e venda da móvel

Comissão de Valores Mobiliários perguntou o motivo das oscilações recentes nos papéis da operadora, com quedas superiores a 7% seguidas de aumentos de 9%. 

Claro tenta resgatar TV paga com planos alternativos a não clientes

Com metade do mercado nacional de TV por assinatura, o presidente da empresa, José Félix, diz que fará lançamentos nos próximos dias. “A TV está sofrendo alterações e vamos lançar de imediato um novo serviço.”

5G com maior carga tributária do mundo é telhado sem alicerce

“A sociedade quer conectividade total, 5G, dispositivos diferentes a qualquer hora, qualquer lugar. Mas estamos assombrados pelo risco de aumentar ainda mais a carga tributária com a reforma atual”, afirma a presidente da Feninfra, Vivien Suruagy, no Painel Telebrasil 2020.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G