Home - Convergência Digital

TIM e Claro lideram perda de assinantes. Pós-pago chega a 44,67% do mercado

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 23/04/2019


As linhas móveis pós-pagas registraram 102,24 milhões de unidades em operação no mês de março deste ano, de acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), nesta terça-feira, 23/04. Com isso, elas passaram a ser 44,67% do mercado, aumento de 6 pontos percentuais de participação em 12 meses, resultado de um acréscimo no volume de linhas pós-pagas de 12,89% (+11,67 milhões de unidades).

No mesmo período, as linhas pré-pagas apresentaram queda de 12,79% (-18,58 milhões de unidades) totalizando 126,64 milhões em operação no mês passado. Dessa forma, o Brasil encerrou março com 228,88 milhões de linhas móveis em operação, diminuição de 2,93% do total de linhas no país em 12 meses (-6,91 milhões).

Ainda no terceiro mês do ano, os grandes grupos da telefonia móvel representavam 97,28% do mercado (222,65 milhões de linhas em operação): a Vivo registrou 73,53 milhões de unidades, seguida da Claro com 56,38 milhões, da TIM com 55,08 milhões e da Oi com 37,66 milhões. Nos últimos 12 meses, todas as teles móveis apresentaram redução na base de assinantes: TIM menos 4,86% (-2,81 milhões de linhas móveis em operação), Claro menos 4,13% (-2,43 milhões), Oi menos 2,90% (-1,12 milhão) e Vivo menos 2,09% (-1,57 milhão).

As Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs) apresentaram crescimento de 19,67% em 12 meses (+1,02 milhão de linhas móveis em operação), totalizando 6,23 milhões de linhas em março de 2019. Do total de assinantes das PPPs, 55% pertencem à Nextel (3,43 milhões), lembrando que a Nextel será incorporada pela Claro Brasil,

A Datora, também PPP, totalizou 420,36 mil assinantes em março de 2019 com um crescimento de 84,55% (+192,58 mil assinantes) e a Porto Seguro cresceu 26,43% (+163,68 mil) totalizando 783,00 mil assinantes, aqui também lembrando  que a TIM Brasil incorporou a Porto Seguro.

*Fonte: Anatel

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

04/06/2019
Oi se esquiva sobre 5G, mas acelera refarming por 4G e 4,5G

31/05/2019
Brasil ativou 8 milhões de chips 4G de janeiro a abril

20/05/2019
No Brasil, 60% dos celulares já são 4G

17/05/2019
4G:Claro supera rivais em experiência de navegação. TIM tem menor latência

30/04/2019
País ativa 2 milhões de chips 4G por mês

23/04/2019
Decreto com metas de 4G não pode ser cumprido em um terço das cidades

23/04/2019
TIM e Claro lideram perda de assinantes. Pós-pago chega a 44,67% do mercado

16/04/2019
Claro tem menor latência no 4G. TIM a maior cobertura

08/04/2019
Pós-pago supera 100 milhões de acessos com impulso do 4G

03/04/2019
TIM ativa chamada VoLTE em todo o Rio de Janeiro

Destaques
Destaques

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

5G exige muito espectro para entregar tudo que se espera da tecnologia

Anatel, indústria e teles sustentam que a nova onda tecnológica só vai atender as demandas esperadas se tiver frequência suficiente para melhorar os serviços.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site