Home - Convergência Digital

Claro monta show com holograma para demonstrar uso do 5G

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 21/10/2019

Um show com holograma, montado pela Claro, mostrou no Allianz Parque, em São Paulo, potencialidades trazidas pelo 5G. Segundo a empresa, trata-se da primeira holografia em tempo real do Brasil em rede 5G diante de um grande público. No caso, o concerto da Nova Orquestra em homenagem a 50 anos da banda Led Zeppelin, acompanhada por um holograma do músico Lucas Lima. 

No concerto, realizado na noite de 20/10, e regido pelo maestro Eder Paolozzi, o teste do 5G fez aparecer no palco o músico Lucas Lima, da Família Lima, que conversou em tempo real com o maestro e em seguida tocou a música Black Dog, do Led Zeppelin, em seu violino. Ele estava a 17 km de distância, na sede da Claro.

 Segundo a operadora, o feito só foi possível pelas baixíssimas latências da rede 5G, que elimina o atraso da transmissão, e pelas altíssimas velocidades de transmissão, que permitem recriar uma imagem virtual, capturada em estúdio especial, a partir de diversas câmeras que fazem o mapeamento 360 graus da pessoa que terá sua imagem projetada.

Uma câmera especial de até 8k de resolução, e filmagem em 360°, foi instalada entre o maestro Eder Paolozzi e a Nova Orquestra. Esse equipamento, usando a tecnologia VR, possibilitou assistir em tempo real a movimentação do maestro e dos músicos pelo palco. 

A Ericsson instalou no Allianz Parque uma rede 5G composta por uma solução (AIR 6488) que agrega rádio e antena com Massive MIMO. A rede foi operada na frequência 3,5 GHz com largura de banda de 100MHz, autorizada pela Anatel, atingindo taxas acima de 1 Gbps. Essas taxas foram alcançadas graças à combinação das faixas de frequência LTE (a Claro triplicou a rede comercial 4,5 G) com a faixa de frequência 5G.

 Para garantir alta capacidade da rede e baixa latência para atuais e futuros casos de uso do 5G, a rede de acesso foi integrada a uma solução para virtualizar as funções necessárias para convergir voz e dados em redes LTE (vEPC, no caso da Ericsson), que move os componentes individuais da rede principal, tradicionalmente executados em hardware dedicado, para servidores centralizados.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/11/2019
5G exige políticas públicas e apoio do Governo

11/11/2019
Redes privadas no 5G impulsionam o crescimento econômico do País

11/11/2019
Satélites vão ter papel central no ecossistema do 5G

08/11/2019
Teles não podem repetir 4G e serem engolidas pelas OTTs no 5G

08/11/2019
Ericsson: 72% dos decisores querem 5G em 2020 no Brasil

08/11/2019
Anatel vai licitar posições de satélite, mas muda termos para atender Claro e Hispamar

07/11/2019
Anatel adia e edital do 5G tende a ficar para 2020

07/11/2019
5G já trouxe aumento de receitas para as operadoras

07/11/2019
TelComp: 5G terá novos atores no ecossistema de Telecomunicações

07/11/2019
Para Qualcomm, blocos pequenos no leilão 5G preocupam

Destaques
Destaques

5G exige políticas públicas e apoio do Governo

Como ressalta o diretor de relações governamentais da Huawei, Carlos Lauria, investimentos pesados em infraestrutura de redes envolvem políticas públicas em qualquer país. 

5G já trouxe aumento de receitas para as operadoras

“Na Coreia, são 3,5 milhões de clientes em seis meses, 1 milhão com serviços de valor adicionado. Em apenas um trimestre as operadoras aumentaram as receitas em 2%”, afirma o diretor de soluções da Huawei, Carlos Roseiro. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site