TELECOM

Motorola e Samsung param de fabricar celulares no Brasil por falta de componentes da China

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/02/2020 ... Convergência Digital

O surto de Coronavírus na China atingiu a produção de celulares no Brasil. A Flextronics, que produz aparelhos da Motorola, e a Samsung, já anunciaram medidas para reduzir a montagem nas unidades brasileiras em decorrência direta da falta de componentes. 

“A Flextronics decidiu dar férias coletivas por 10 dias, a partir da segunda-feira [17/2]. Essa medida afeta 80% da força de trabalho, cerca de 2,2 mil trabalhadores. Mas segundo a empresa foi preciso tomar essa decisão por conta da falta de componentes, que não estão saindo da China por causa do vírus”, explica o presidente do sindicato dos metalúrgicos de Jaguariúna, Amparo, Pedreira, Serra Negra e Monte Alegre do Sul, todos em São Paulo, José Francisco Salvino. 

O mesmo problema de falta de componentes foi o motivo de a Samsung negociar a suspensão dos trabalhos durante três dias nesta semana – de quarta, 12/2, até esta sexta, 14/2, cerca de 2,5 mil trabalhadores ficaram em casa igualmente em decorrência do surto de Coronavírus e o impacto nos embarques para o Brasil. 

“A Samsung nos procurou para discutirmos medidas porque eles estão tendo problemas com a falta de componentes, e praticamente todos eles vêm da China. A decisão foi deixar o pessoal em casa por três dias e haverá uma compensação depois”, explica o presidente do sindicato dos metalúrgicos de Campinas e Região, Sidalino Orsi Junior. 

Embora a suspensão da produção até aqui seja por prazo determinado, a preocupação dos trabalhadores é com o fato de que ainda não há sinal de que o surto do vírus está controlado, o que pode acarretar em novas paralisações na fabricação nas unidades brasileiras. 

“Estamos preocupados que isso ainda vai longe. Embora o vírus não tenha chegado aqui, as consequências já vieram. O risco iminente é que se esse negócio se complicar as empresas queiram partir para cortes”, apontou o presidente do sindicato de Campinas. 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Anatel discute quais dados econômicos vão ser coletados das grandes operadoras

Consulta pública sobre os indicadores econômico-financeiros está aberta por 45 dias. 

Anatel afasta redutor de multas em sanções de obrigação de fazer

Provocada pela Telefônica, prevaleceu o entendimento indicado pela AGU de que o regulamento vigente da agência não permite o uso desse incentivo fora das sanções pecuniárias.

Anatel vai discutir uso dos espectros ociosos em consulta pública

Proposta de uso do White Spaces entre frequências outorgadas é cautelosa ao prever uso em áreas rurais e regiões remotas.  Ideia é permtir o uso secundário para telefonia e banda larga em áreas rurais e regiões remotas.

Por mudança no plano de recuperação judicial, Oi adia divulgação de resultados

Operadora deveria divulgar os resultados do primeiro semestre nesta quinta-feira, 28/05, mas adiou para 15 de junho. Mas para conter especulações, Oi disse à CVM que possui R$ 6,31 bilhões no caixa.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G