Home - Convergência Digital

Ricardo Sanfelice deixa a Vivo. Luiz Medici assume vice-presidência de Dados e Inteligência Artificial

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 25/04/2019

Ricardo Sanfelice, que chegou à Vivo por meio da aquisição da GVT, deixou a companhia. No seu lugar, assume Luiz Medici, que será o responsável por liderar a área protagonista da Transformação Digital na Vivo e coordenará as ações baseadas em e-care, Business Intelligence (BI) e Big Data e Inteligência Artificial (Aura). o executivo assume no dia 1º de maio.

Antes, a vice-presidência tinha o nome de Inovação e Digital. Com a nova nomenclatura, a VP dará ainda mais ênfase ao uso de dados e inteligência artificial na Vivo. Medici é formado em Administração de Empresa pela FAAP, com MBA Executivo pelo IBMEC e especialização em Inovação para o cliente pela Universidade de Stanford.

Iniciou sua carreira em 1999 no Citigroup com experiência em BI e Planejamento Estratégico e Comercial, Produtos Financeiros e Pricing. Em 2008, foi transferido para os Estados Unidos e retornou ao Brasil em 2010 para assumir as áreas de Planejamento Estratégico e Business Intelligence do Citibank Brasil. Na Vivo, começou como Diretor de BI e Big Data em 2013.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/02/2020
Vivo: Controle de segurança sobre a Huawei é igual a de qualquer fornecedor

19/02/2020
Qualquer ativo que estiver à venda no móvel interessa a Vivo

19/12/2019
TIM e Vivo terão rede única 2G, 3G e 4G

20/11/2019
Vivo inaugura primeira franquia para oferta de banda larga por fibra

19/11/2019
Em projeto de R$ 21 milhões, Vivo vai ofertar rede 4G LTE privada à Vale

04/11/2019
Vivo investe em franquia para expandir rede de fibra ótica no Brasil

29/10/2019
Interesse da Vivo na operação móvel da Oi depende do leilão do 5G

29/10/2019
Vivo defende mais espectro para operadora nacional

23/10/2019
Vivo abre 120 vagas no Programa de Estágio 2020

23/10/2019
Vivo fará conectividade IoT para caminhões da Mercedes Benz

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site