Home - Convergência Digital

iFood treina mais de 400 profissionais em Inteligência Artificial

Ana Paula Lobo - 30/09/2020

No iFood, a inteligência artificial é base de todos os negócios e como os talentos são escassos na área, a companhia partiu para a aquisição, contou o vice-presidente de Crescimento e Inteligência Artificial da empresa, Bruno Henriques, ao participar da ABES Software Conference 2020, nesta quarta-feira, 30/09. No caso do iFood, dois caminhos foram escolhidos: comprar empresas para incorporar os talentos, como foram os casos da Hekima e a Maplink, e a massificação do treinamento para o pessoal.

"Treinamos mais de 400 pessoas em Inteligência Artificial. Criamos os IA translators, que são as pessoas de negócio que passaram a entender da tecnologia e a associaram aos processos. Até nossos executivos foram treinados. Hoje, a nossa equipe tem 150 cientistas de dados e posso assegurar: quase 30% dos nossos funcionários foram treinados em tecnologia", contou Bruno Henriques.

O executivo observou que nascer digital - e o iFood nasceu digital em 2011- não significa achar que o digital está embutido automaticamente e eternamente nos processos. "Nós tivemos que mexer na cultura da companhia. Nós tivemos que nos adequar às novas tecnologias que surgiram depois da nossa criação e nos adaptar a elas", observou.

Para os profissionais, Bruno Henriques deu um conselho. "Parem de usar o Excel. Aprendam a fazer um SQL. Façam extração de dados". Já às empresas tradicionais interessadas na jornada digital, o VP do iFood é taxativo: treinem, treinem e treinem seus funcionários. "Eles têm de ser BADUS, ou seja, usuários pesados de dados analíticos", completou.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

01/10/2020
Para quem vive de dados, LGPD é lei a ser cumprida sem discussão

01/10/2020
Waze: força das comunidades e dos 50 mil voluntários fazem a diferença

01/10/2020
Jon Reiley: Dê voz ao seu cliente. Quem manda, agora, é ele

01/10/2020
SulAmérica Seguros: Formar cientistas de dados é obrigatório para as corporações

01/10/2020
Inovar é deixar de olhar para o próprio umbigo

30/09/2020
TOTVS Techfin: Na crise, sobrevivem os mais adaptáveis às mudanças

30/09/2020
iFood treina mais de 400 profissionais em Inteligência Artificial

30/09/2020
Desaprenda. Abandone os viezes. E se adiante pra o futuro digital

30/09/2020
ABES: desoneração da folha é vital para manter empregos em software e serviços

29/09/2020
Transformação digital: corporações tradicionais estão dispostas a aprender com as startups?

Startup cria time de cientistas de dados para avançar nos negócios

Com sede nos EUA, a Fligoo atua nos segmentos de finanças, educação e saúde, e sabe da relevância de ter profissionais capacitados para lidar com os dados. "Prepare-se o tempo todo. Estude. Não espere a necessidade chegar", aconselha Leandro Ferrado.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Futuro sem aposentadoria – qual a saída?

Por luis Macedo*

O futuro financeiro nunca foi tão incerto. A aposentadoria "oficial", pelo INSS, fica cada vez mais distante para muitas pessoas, especialmente porque o mundo do trabalho mudou. Uma alternativa para uma parcela significativa da população que não tem carteira assinada são os fundos de previdência. O problema, no entanto, é a infinidade de fundos que existem.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site