TELECOM

Huawei diz considerar instalar uma fábrica em São Paulo

Convergência Digital ... 09/08/2019 ... Convergência Digital

ATUALIZADA- Em comunicado enviado à imprensa, a Huawei reporta que considera instalar uma fábrica 5g no Brasil e em São Paulo, mas não cita o investimento de US$ 800 milhões ou R$ 3,2 bilhões, como anunciado pelo Governo do Estado de São Paulo.

A Huawei está no País há 21 anos, sempre presente na transformação digital do Brasil, do 2G até o 4.5G. E agora, na era do 5G, não será diferente. A empresa está animada com as oportunidades no cenário brasileiro e, conforme o desenvolvimento da performance da operação dos smartphones da Huawei no mercado local, considera instalar uma fábrica em São Paulo em um futuro próximo. Mais detalhes serão divulgados em momento oportuno. Agradecemos a todos que apreciam e confiam na Huawei. Em retorno, continuaremos a oferecer os melhores produtos e serviços.

O Governo de São Paulo, que encerrou uma missão comercial à China, reportou que a Huawei teria decidido instalar uma fábrica 5G em São Paulo com investimentos de US$ 800 milhões. Ainda conforme o governo de São Paulo, a nova unidade fabril da gigante chinesa- que já um centro de distribuição de produtos em Sorocaba, interior paulista - vai empregar pelo menos 1000 pessoas. Os investimentos de R$ 3,2 bilhões, ou US$ 800 milhões, aconteceriam em um período de três anos.

À Folha de S. Paulo, o diretior sênior de RP da Huawei Brasil, Atílio Rulli, disse que a nova unidade vai produzir telefones 5G para o Brasil e para a América do Sul. O executivo também prometeu investir mais na nacionalização de equipamentos de infraestrutura 5G.

À Folha de Sãso Paulo,o secretário da Fazenda do Estado, Henrique Meirelles, ao falar da unidade fabril admitiu que seria necessário  fazer compensação tributária à Huawei, uma vez que a zona franca de Manaus oferece melhores condições. "Mas asseguro que não farei guerra fiscal",  argumentou.

No segmento de pesquisa e tecnologia, o governo paulista assinou acordo de cooperação técnica com a Innoway, incubadora da Prefeitura de Pequim que integra o distrito de inovação de Zhongguancun, considerado o Vale do Silício chinês, para o intercâmbio de startups, treinamento e capacitação de gestores de Além disso, foi definido um investimento da Huawei, que ainda será definido o valor, no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), no período de 2020 a 2022. Será dedicado a tecnologia e inovação, e o apoio a academia.

“Recentemente, tivemos uma reunião no IPT, onde nós afirmamos que o Governo de São Paulo não faria nenhuma redução nos investimentos previstos no orçamento, mas também buscaríamos recursos, no setor privado, para aumentar o investimento em tecnologia e na pesquisa em São Paulo. A Huawei será uma dessas empresas a atender esse apelo de São Paulo”, declarou o governador João Doria.

Outro investimento será na área da educação, em um programa comandado pelo Secretário da Educação, Rossieli Soares. “É um programa de inovação, tecnologia e digitalização da rede pública de ensino do ensino fundamental e básico”. O objetivo é, até o final de 2022, que as escolas da rede pública estadual não utilizem mais giz e quadro negro, substituindo-os por computadores, tablets, smartphones e tecnologia de ponta, para professores e alunos.

A Huawei será uma das parceiras do programa, também para as Escolas Técnicas (ETECs) e FATECs do Centro Paula Souza. “Para a Huawei é uma honra participar dessa parceria com o Governo do Estado de São Paulo. Nós fazemos esses investimentos para melhorar o ecossistema dos nossos parceiros da sociedade brasileira, das gestões públicas”, disse Atilio Rulli, Diretor Sênior de Relações Públicas e Governamentais da Huawei.incubadoras e eventos entre os dois países na área de inovação.

O leilão 5G estava agendado para março de 2020, mas há divergências na indústria de Telecom e no Conselho Diretor da Anatel, que já fala, agora, em fazer a disputa no primeiro semestre do ano que vem, muito em função da constatação da interferência da faixa de 3,5GHz, escolhida para o 5G em uma primeira etapa, nas antenas parabólicas.

Fonte: Agências de notícias e Folha de São Paulo



Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Anatel vai licitar posições de satélite, mas muda termos para atender Claro e Hispamar

Proposta de leilão de 15 posições orbitais entrará em consulta pública por 20 dias. Mas como aumentou o prazo das atuais licenças dessas empresas, foi preciso alterar o edital. 

Orquestração de rede 5G é prioridade da Ciena

Fabricante descarta uma produção local no curto prazo, mas se surgirem oportunidades, a avaliação será feita, conta o gerente geral da Ciena no Brasil, Fernando Capella.

American Tower: "Seguimos olhando todo ativo compartilhável"

O CEO da companhia, Flavio Cardoso, diz que o investimento redundante em fibra óptica por conta do 5G não é eficiente e que é preciso pensar na economia comparitlhada. "Nós queremos ser os gestores desses ativos para evitar conflitos como o do uso dos postes nas grandes cidades."

Vivo investe em franquia para expandir rede de fibra ótica no Brasil

A estratégia envolve uma parceria com a gestora de infraestrutura American Tower e também um modelo de franquias sob a marca Terra, voltado para empresas de Internet. Vivo quer somar 1 milhão de domicílios cobertos com fibra pelos franqueados até 2021.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G