Clicky

GOVERNO » Compras Governamentais

Depois da Microsoft, Oracle vai reduzir em 31% preços para o governo

Luís Osvaldo Grossmann ... 11/12/2019 ... Convergência Digital

A Secretaria de Governo Digital arrancou mais uma  redução de preços nos serviços de TI contratados junto aos principais fornecedores dos órgãos federais. Depois da Microsoft, que não topou negociar e foi alvo de um corte de 35%, a Oracle acertou uma redução de 31%. 

“Chamamos os maiores fornecedores privados para a Secretaria de Governo Digital apresentar a demanda do governo como um todo, e não uma demanda picada órgão a órgão. E dentro dessa demanda ter condições especiais, vantajosas para a administração contratar. Fizemos uma negociação com a Microsoft e lançamos um catálogo. E terminamos agora uma negociação frutífera com a Oracle, onde conseguimos um desconto, de início, de 31%”, revela o secretário Luis Felipe Monteiro, em entrevista ao Convergência Digital.

“Todos os preços que a Oracle pratica com o governo serão descontados em 31% já no início de uma licitação. Obviamente o preço final será ainda melhor porque a licitação e a concorrência permite que esses preços ainda caiam muito mais. Estamos fazendo isso com a VMWare, com a Red Hat e esperamos no próximo ano ampliar para outros fornecedores”, explica Monteiro. 

A lógica é considerar que no conjunto a administração federal consome R$ 8 bilhões de TI por ano e merece tratamento correspondente, especialmente diante de um processo de digitalização de serviços e novas obrigações sobre uso de dados. “O governo sabe exatamente o quanto a transformação digital é fundamental para a nova forma de operar. Temos uma previsão de aposentadorias de funcionários públicos aceleradas nos próximos anos e não é possível manter o formato intensivo em mão de obra que temos hoje para a oferta de serviços públicas com uma redução nessa capacidade humana”, diz o secretário de Governo Digital.  

Ele adianta que em breve será publicada a Estratégia de Governo Digital 2020-2022. “Essa estratégia foi construída com todos, de forma colaborativa. Chamamos as empresas, as organizações da sociedade civil, colocamos em consulta pública. E mostra claramente as prioridades até 2022, quando o governo será 100% digital.”


Senado define presidentes das comissões de Ciência e Tecnologia e de Infraestrutura

Rodrigo Cunha (PSDB-AL) vai comandar a CCT, com a ex-presidente Daniella Ribeiro (PP-PB) buscando a vice. Na CI foi eleito Dário Berger (MDB-SC).

Governo abre intenção de registro de preços para compra de sistemas operacionais

Órgãos têm até o dia 1º de março para manifestar interesse. A licitação será composta por 30 itens, entre eles Windows, SUSE, Red Hat, e tem potencial, de acordo com o governo, para trazer economia de R$ 17,2 milhões aos cofres públicos.

Com Minas Gerais, já são 12 estados no login único do Gov.br para acesso a serviços online

Segundo o Ministério da Economia, 74 municípios e as 27 juntas comerciais também aderiram ao sistema de identificação federal. 

ANPD busca estrutura e pessoal para se tornar independente

Planejamento estratégico da Autoridade foca em preparar a fiscalização, um sistema de recebimento de incidentes e reclamações e na definição de uma estrutura definitiva em dois anos, como prevê a LGPD. 

Governo faz primeira reunião com consultorias para venda de Serpro e Dataprev

Segundo a Secretaria Especial do Programa de Parcerias e Investimentos (SPPI), 'nos próximos meses' devem ser apresentados estudos sobre as alternativas de parcerias com a iniciativa privada. Governo prevê a privatização das estatais de TI em 2022.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G