Clicky

INOVAÇÃO

Brasil tem uma indústria de componentes com prós e contras

Por Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 09/07/2020 ... Convergência Digital

O Brasil, tem sim, com seus prós e contras, uma indústria nacional de componentes, que, aliás, é um pulmão existente e manteve as fábricas funcionando nos três primeiros meses da pandemia, observa Norberto Maraschin Filho, vice-presidente de Negócios de Consumo e Mobilidade da Positivo Tecnologia. Para o executivo, o incentivo à indústria nacional tem de ser menos baseado em ideologia e mais em estratégia.

"O coronavírus está determinando um repensar no efeito da globalização, mas no caso do Brasil, pensar em incentivo à produção nacional faz sentido para algumas áreas e não faz para outras. A Positivo Tecnologia está produzindo respiradores e esses equipamentos têm um dispositivo - essencial - que só tem um fornecedor no mundo, que fica na Suíça", observa o VP da fabricante.

No mercado de TI e Telecom, Maraschin Filho exemplifica o impacto da globalização ao falar da fabricação de baterias. A Positivo Tecnologia fabrica baterias, mas o lítio, elemento básico é produzido na Bolívia, no Chile e na Argentina. E parte dos componentes é feito na China. "O ecossistema funciona assim e é mesmo muito complexo o processo de fabricação e ele exige muita, muita tecnologia. O Brasil precisa pensar: onde podemos ser competitivos?", reforça. Assista a entrevista com o VP Norberto Maraschin Filho.


ABDI abre edital de R$ 4,6 milhões em projetos inovadores para PMEs

Serão selecionados dez projetos: quatro com premiação até R$ 300 mil; outros quatro projetos com até R$ 500 mil e dois projetos com premiação de até R$ 700 mil. 

BC faz nova mudança na regra do Pix para pagamentos futuros

Medida também autoriza transferência do Auxílio Emergencial pelo sistema instantâneo de pagamentos. Pix para pagamentos futuros começa a funcionar no dia 14 de maio.

Sem dinheiro, CNPq só vai pagar 13% das bolsas para pesquisa

De 3.080 solicitações aprovadas com mérito na Chamada 16/2020, apenas 396 vão receber as bolsas efetivamente. 

Fintech nacional de meio de pagamento recebe aporte de R$ 90 milhões

A Hash recebeu aporte liderado pelo fundo QED Investor. O montante será aplicado para escalar a infraestrutura de pagamentos, possibilitando o processamento de mais de R$ 1,5 bilhão ainda este ano.

Pix internacional requer regulamentação do câmbio

O chefe da divisão do Departamento de Regulação Cambial do Banco Central, Lúcio Oliveira, aponta a necessidade de se trabalhar em três dimensões: a regulamentação do Pix propriamente dita; a regulamentação do câmbio; e a infraestrutura com plataforma internacional para operar o sistema.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G