Home - Convergência Digital

Cientista de dados derrubam os muros da computação

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 28/09/2018

O profissional de ciência de dados está sendo muito demandado, mas exige um perfil pouco usual ainda no mercado, diz o professor do departamento de Informática da PUC/Rio de Janeiro, Hélio Lopes. Segundo ele, cabe ao cientista de dados destruir os muros da computação para ir à área humanas e sociais.

"O cientista de dados é um generalista, mas com conhecimento em várias áreas relacionadas a dados como estatística, banco de dados, e outras", observa. Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o Rio Info 2018, realizado nos dias 24 e 25 de setembro, o professor adverte: mais do que conhecer Tecnologia, o Cientista de Dados precisa saber gerenciar pessoas. Assistam a entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/02/2020
Agricultura: Mais de 5 mil torres poderiam ser usadas para levar banda larga à área rural

12/02/2020
Autor da nova Lei das teles lidera entidade para brigar por banda larga

07/01/2020
O carro será uma Internet das Coisas

13/12/2019
Serpro faz a plataforma para consentimento ao uso de dados no Governo

12/12/2019
Governo estuda como transferir dados para Serpro e Dataprev pós-privatização

04/12/2019
GSI prepara projeto de lei com regras gerais para segurança cibernética

04/12/2019
Esperar a Autoridade de Dados é um erro das empresas no Brasil

12/11/2019
Leilão 5G terá mínimo de 50 MHz para cada licitante

07/11/2019
Ser humano faz a Aura,da Vivo, ser uma IA diferente

06/11/2019
NEC quer jogar o 'jogo' do 5G e entrar numa PPP para cidades inteligentes

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site