Clicky

Convergência Digital - Home

Analytics será decisivo para comprovar eficácia da vacina contra Covid-19

Convergência Digital
Convergência Digital - 11/01/2021

A digitalização continuará sendo peça-chave para enfrentar qualquer desafio econômico, de saúde, ecológico ou social uma vez que 2021 será o ano da vacina, enquanto 2020, foi o ano da Covid-19, pontua o SAS. De acordo com o relatório IDC FutureScape: Worldwide Digital Transformation 2021 Predictions, apesar da pandemia, os investimentos digitais estão crescendo e continuarão aumentando a uma taxa de crescimento composto de 15,5% até 2023. A natureza disruptiva de 2020 também traz algumas oportunidades – e muitas delas envolvem dados, analytics e transformação digital.

“A tecnologia de computação em nuvem surgiu e forneceu o poder de computação e os recursos de dimensionamento necessários para alavancar analytics e IA em uma escala massiva. O que há alguns anos exigia um longo processo de aquisição, e era muitas vezes inatingível devido aos custos de infraestrutura, hoje podemos fazer em um provedor de nuvem, alugando seus equipamentos e usando os serviços de suporte oferecidos”, afirmou Michal Gawlick, líder de Nuvem e Arquitetura para Europa, Oriente Médio e África do SAS.

Posição corroborada por Mark Lambrecht, diretor de Saúde Global e Ciências da Vida do SAS. Para ele, se 2020 foi o ano da Covid-19, 2021 será o ano da vacina. Qual vacina será aprovada primeiro? Qual será distribuída globalmente? Vamos contar com várias vacinas para melhorar a distribuição e eficácia? O analytics não apenas desempenhará um papel nas aprovações para o processo de desenvolvimento da vacina, mas também será importante para planejar a implementação e rastrear a distribuição, os efeitos colaterais e a eficácia.

Para  Mike Blanchard, líder de Prática Global de Customer Intelligence do SAS, a Transformação Digital agora é uma questão de sobrevivência – os consumidores têm escolha e controle sobre seus hábitos no varejo, em bancos, em serviços de infraestrutura, telecomunicações, energia, seguros e saúde. Existe um aplicativo para tudo e uma avaliação social de uma comunidade com interesses semelhantes. Não por acaso, os consumidores esperam as melhores ofertas, pagamento simples, entrega no mesmo dia e devoluções gratuitas, tudo encapsulado pela facilidade de uso e ótimo atendimento. Espera-se que as empresas acompanhem as gigantes da indústria digital com cadeias de suprimentos mais eficientes, atendimento ao cliente online e 24 horas e agendamento fácil – tudo otimizado por analytics para eficácia e eficiência.

Para Mark Lambrecht, diretor de Saúde Global e Ciências da Vida do SAS, se 2020 foi o ano da Covid-19, 2021 será o ano da vacina. Qual vacina será aprovada primeiro? Qual será distribuída globalmente? Vamos contar com várias vacinas para melhorar a distribuição e eficácia? O analytics não apenas desempenhará um papel nas aprovações para o processo de desenvolvimento da vacina, mas também será importante para planejar a implementação e rastrear a distribuição, os efeitos colaterais e a eficácia.

Quem também ganha impulso é a Inteligência Artificial, reforça João Oliveira, gerente de Soluções Empresariais para Europa, Oriente Médio e África do SAS. Segundo ele, quanto mais visibilidade os tomadores de decisão têm sobre os resultados de IA mais confiança eles têm nas decisões que estão sendo tomadas pelos modelos. Incluir supervisão humana e explicar os modelos em cada etapa de um processo de decisão começará a trazer aceitação no uso de IA e gerará decisões automatizadas.


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.

Destaques
Destaques

Justiça do DF diz que dados em nuvem não têm proteção contra quebra de sigilo

Para o relator do caso, "dados armazenados em nuvem não evidenciam uma comunicação de dados" e, por isso, não estariam protegidos pela legislação. 

São Paulo concentra mais da metade das startups de Inteligência Artificial

Estudo da KPMG mostra que existem, hoje, 702 startups em atuação no segmento no País. Levantamento ainda que, desde 2012 setor atraiu US$ 839 milhões em 274 rodadas de investimento; em 2020 foram captados US$ 365 milhões.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

IA, nuvem e IoT exigem data centers mais eficientes

Por Ed Solis*

Adoção crescente de tecnologias como inteligência artificial, internet das coisas e PoE estão na lista para melhorar o desempenho das redes e a eficiência do gerenciamento.

A Covid-19 e o governo digital

Por Marcos Boaglio*

A digitalização impõe adotar uma cultura de inovação na qual se fomente a experimentação, derrubar barreiras a partir de novos veículos de aquisição e implementar uma classificação de dados moderna, assim como desenvolver capacidades para empoderar os trabalhadores para finalmente aproveitarem as novas tecnologias.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site