GESTÃO

Privatizáveis, Serpro e Dataprev ampliam compartilhamento de espaços

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/04/2020 ... Convergência Digital

O compartilhamento de espaços físicos entre Dataprev e Serpro cresceu. O que começou em 2018, com a alocação de funcionários no mesmo endereço em Belo Horizonte, ganhou novas unidades conjuntas ao longo de 2019. Até aqui as duas estatais compartilham quatro escritórios. 

Assim, além da unidade em Minas Gerais, também estão partilhados os endereços em São Paulo, Paraná e Amapá. Não são os únicos da Dataprev nesse tipo de acordo. A estatal também partilha espaços físicos com o INSS – no Acre, Alagoas, Amazonas, Rondônia e Tocantins – e com a Secretaria de Patrimônio da União, em Brasília. 

Segundo a Dataprev, os Acordos de Cooperação se referem a instrumentos formais de cooperação entre instituições que tenham interesses e condições equivalentes ou recíprocos. “Essa parceria foi firmada entre a Dataprev e Serpro, havendo compartilhamento de espaços com ressarcimento dos custos mediante rateio.”

A empresa diz que por se tratarem de contratos não onerosos, há vantagem. Mas ela não foi mensurada. “O resultado está afetado positivamente pelos contratos não onerosos de comodatos e permissão celebrados com partes relacionadas. A companhia não mensurou os possíveis impactos no resultado caso os imóveis em comodato e permissão fossem ocupados de forma onerosa.”


Carreira
Vivo está com 1.000 vagas abertas call centers em Curitiba e Fortaleza

As etapas do processo seletivo e a admissão serão 100% digitais e os interessados têm de ter habilidade para trabalhar em home office. Precisam ter ensino médio completo, domínio de informática e pacote office.

Governo busca interesse dos órgãos federais em postos para carros elétricos

Acordo entre o governo federal e o governo do Distrito Federal já prevê a instalação de seis ‘eletropostos’, mas demanda pode aumentar esse número.

Governo chega à marca de 1 mil serviços públicos digitalizados

Desempenho mantém em curso a meta de digitalização total de 3,8 mil serviços até 2022. 

Intelit: Compras públicas têm de abrir espaço à inovação e às startups

O CEO da prestadora de serviços de TI, Lincoln dos Santos Pinto, observa que um processo de compra pública leva em torno de seis meses, o que atrasa a inovação. Sobre a venda do Serpro e Dataprev, lembra da LGPD e defende o Estado como tutor dos dados pessoais do cidadão.

Governo federal x sindicatos: Proibido o recolhimento da contribuição sindical dos servidores

Portaria publicada nesta segunda, 5/10, orienta sobre "impossibilidade de cobrança de contribuição sindical por parte do servidor público federal da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional".




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G