Clicky

Convergência Digital - Home

Itaú: Pix nasceu na nuvem e acelerou ida de sistemas de pagamentos para cloud

Convergência Digital
Luís Osvaldo Grossmann - 02/12/2020

Ao apresentar a parceria de longo prazo com a AWS e os planos de migração para nuvem nesta quarta, 2/12, o diretor executivo de tecnologia do Itaú Unibanco, Ricardo Guerra, destacou que a ideia é migrar tudo o que envolve serviços a clientes. E que alguns deles, como é o caso do recém-lançado sistema de pagamentos instantâneos, Pix, já nasceram em cloud. 

“O Pix nasceu diretamente na nuvem. Quando chegou a normativa [do Banco Central] a gente já julgava que tinha maturidade para lançar nativo na nuvem. Temos lançamentos críticos, há uma serie de interconexões com a plataforma legada, mas o core, o motor transacional e a perspectiva do cliente no Pix está em cloud”, explicou Guerra. 

Maior banco privado do país, o Itaú firmou um contrato de 10 anos com a AWS. E o plano é ir levando os conteúdos para a nova plataforma com prioridade para aqueles serviços mais diretamente ligados aos clientes, assim como aqueles que geram dados. 

“Nossa plataforma de pagamentos está em plena migração, até pelo lançamento do PIX no Brasil. Então ela tem necessidade de ir para cloud. Nossa plataforma de cartão de crédito também, o que deve levar um ou dois anos. A plataforma de adquirência já roda em cloud. Tudo o que fala mais com o cliente, como a plataforma de investimentos, a maioria dos negócios, têm no radar o que precisa ir mais rápido para a nuvem, e vamos continuar planejando isso à medida que as coisas forem acontecendo", completou o executivo.


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.

Destaques
Destaques

Justiça do DF diz que dados em nuvem não têm proteção contra quebra de sigilo

Para o relator do caso, "dados armazenados em nuvem não evidenciam uma comunicação de dados" e, por isso, não estariam protegidos pela legislação. 

"Chegamos para brigar com AWS, Google e Azure na nuvem pública", diz José Nilo, da Huawei

Empresa monta o seu segundo data center no Brasil, em local não revelado por segurança, e diz que vai também aumentar presença na oferta de Kubernetes e contêineres, hoje dominada pela Red Hat, da IBM.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

IA, nuvem e IoT exigem data centers mais eficientes

Por Ed Solis*

Adoção crescente de tecnologias como inteligência artificial, internet das coisas e PoE estão na lista para melhorar o desempenho das redes e a eficiência do gerenciamento.

A Covid-19 e o governo digital

Por Marcos Boaglio*

A digitalização impõe adotar uma cultura de inovação na qual se fomente a experimentação, derrubar barreiras a partir de novos veículos de aquisição e implementar uma classificação de dados moderna, assim como desenvolver capacidades para empoderar os trabalhadores para finalmente aproveitarem as novas tecnologias.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site