Clicky

INCLUSÃO DIGITAL

BID: é urgente reduzir a desigualdade no acesso à tecnologia na América Latina

Por Roberta Prescott ... 24/03/2021 ... Convergência Digital

A estrutura social passa por uma revisão entre equilibrar o desenvolvimento econômico e social de longo prazo com a urgência de fazer a inclusão econômica e social.Nesta quarta-feira, 24/04, no Brasscom TecFórum 2021, Andriei Gutierrez, diretor de relações governamentais e assuntos regulatórios da IBM e líder do GTT de política digital da Brasscom, debateu com Oliver Azuara, economista-sênior do Banco Interamericano de Desenvolvimento(BID), e Pedro Fernando Nery, advogado e consultor do Senado Federal, a chamada 'gig economy'.

Em sua apresentação, Oliver Azuara mostrou os impactos da pandemia da covid-19 nos mercados e afirmou que, sem a tecnologia, as perdas de emprego poderiam ser ainda piores. "Não estamos vendo um cenário pior graças ao uso de novas tecnologias", destacou. Teletrabalho, treinamentos a distância e plataformas sob demanda foram impulsionados pela pandemia, enumerou. 

"Então se você pega as taxas de penetração em 2020 para o teletrabalho ou os aplicativos que estão sendo usados para teletrabalho e plataformas de treinamento ou mesmo para plataformas de organização profissional, vemos um incremento", disse. "Nossa preocupação é que o impulso por novas tecnologias deve ser permanente em vez de apenas ser parte da resposta ao produto. Existe também uma necessidade de adoção massiva e permanente de plataformas de plataforma de baixo custo", acrescentou fazendo referencia à urgência de redução de desigualdade no acesso à tecnologia.   

Segundo ele, os desafios tecnológicos incluem preparar melhor e, até mesmo, prover capacitação inicial para os trabalhadores usarem TICs. Acesso a conhecimento e literatura sobre TICs, certificações em novas habilidades, preferencialmente na nuvem; e nova seguridade social são ações que devem ser tomadas, na visão do economista-sênior do BID. Já o advogado e consultor do Senado Federal, Pedro Fernando Nery, salientou que o País tem "alguns dos impostos sobre a folha de pagamento mais altos do mundo, principalmente para as pensões da Previdência Social".

Nery falou sobre o aumento da adesão de profissionais a plataformas que conectam empresas, consumidores e entregadores e o crescimento. "Não sabemos como a tecnologia avançará. Sabemos que em países mais avançados como os Estados Unidos, as plataformas estão sendo usadas para todos os seus empregos de baixa qualificação", disse.  De acordo ainda com o consultor do Senado Federal, o Brasil tem um paradoxo que é convivência de startups de tecnologias e plataformas intensivas em tecnologia coexistindo com pessoas fazendo tarefas bem simples. "Há uma necessidde de qualificar o treinamento de profissionais para a era digital", completou.


Telesat e TIM testam uso de satélite LEO para backhaul e 5G

Durante os cinco dias de testes, as equipes mediram o desempenho do tráfego de dados nas aplicações móveis 4G utilizando o satélite LEO, atingindo uma latência média de 38ms.

Guarulhos é o primeiro aeroporto do mundo com Wi-Fi em OpenRoaming

Serviço está disponível no terminal internacional, 3, do maior aeroporto da América Latina. O OpenRoaming permite roaming automático e contínuo entre as redes Wi-Fi e de celular, Wi-Fi 6 e 5G.

Desbancarizados movimentam cerca de R$ 800 bilhões por ano

"Pode parecer clichê, mas a empatia e a confiança são essenciais. O novo onboarding não é só tecnologia. É cultura e pessoas", afirma o gerente de soluções da diretoria de Tecnologia do BB, Eric Flavio Araújo.

Com R$ 1,3 milhão do BID, Anatel vai medir falta de internet a cada 600 metros

Nas contas do BID, Brasil precisa de R$ 100 bilhões para alcançar média de penetração da banda larga dos países da OCDE.

Telebras renova uso de fibras da Petrobras por R$ 59,8 milhões

Estatal também prorrogou acordos que garantem backbone com empresas de energia do grupo Eletrobras.

IBGE: Internet chega a 82% dos domicílios, mas 40 milhões de brasileiros seguem sem acesso

Segundo dados da PNAD de 2019, rendimento médio dos lares com internet (R$ 1,5 mil) era o dobro daqueles sem conexão (R$ 728). A desigualdade digital segue sendo uma marca do segmento Internet no Brasil.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G