Home - Convergência Digital

BID abre inscrições para curso gratuito em português de Gestão de riscos em projetos

Convergência Digital* - 28/02/2020

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) está com inscrições abertas para a primeira edição em português do curso online e gratuito sobre Gestão de Riscos em Projetos. As aulas são destinadas aos empreendedores, gestores do setor público ou privado, empresários de todos os portes, profissionais autônomos e estudantes universitários que desejam iniciar ou aprimorar sua jornada adquirindo conhecimentos sólidos sobre como gerenciar riscos em negócios.

A capacitação terá início no dia 16 de abril, com conteúdo previsto para cinco semanas - em média são seis horas semanais. Entretanto, o aluno possui flexibilidade para realizar o curso dentro do seu próprio ritmo, desde que o conclua em, no máximo, quatro meses. As inscrições podem ser feitas pelo link: http://www.edx.org/course/gestao-de-riscos-em-projetos-de-desenvolvimento

Segundo um relatório divulgado em 2018 pelo Sebrae sobre o percentual de sobrevivência de empresas no Brasil, de cada quatro negócios abertos por aqui, um fecha antes de completar dois anos no mercado. Já a Project Management Institute (PMI) afirma que apenas 51% dos projetos do setor público e privado conseguem terminar a tempo, e apenas 57% seguem o orçamento original.

Uma das razões para este desempenho abaixo do esperado é que as empresas focam muito no planejamento do projeto e nem tanto nos riscos que podem surgir ao longo do caminho. Por outro lado, há outras equipes que até desenham cenários, mas não contam com habilidades e conhecimentos para avaliar tantas variáveis desconhecidas.

O objetivo do curso do BID é oferecer aos participantes ferramentas para que tenham condições de dar continuidade aos projetos em cenários de incerteza. Para isso, serão disponibilizados aos participantes casos práticos, leituras selecionadas e outros recursos de aprendizagem. "É muito comum equipes inteiras dedicarem muito tempo e esforços para resolver problemas que poderiam ter sido previstos. A capacitação ajuda gestores a se anteciparem aos riscos por meio de boas práticas internacionais adotadas em diversos países da América Latina e Caribe, seja na iniciativa privada ou pública.", afirma Morgan Doyle, representante do BID no Brasil.

Doyle acrescenta que, no conteúdo programático, estão pontos importantes como a identificação de riscos em cenários de incerteza, definição de quem pode dar apoio, entendimento de como gerenciar riscos em situações em que os recursos são limitados, estabelecimento de estratégias para responder aos riscos e monitoramento e atualização dos riscos ao longo do projeto.

Participantes podem ganhar 30 unidades de desenvolvimento PMI®

Embora o curso seja totalmente gratuito, os participantes que atingirem bom desempenho podem obter o Certificado de Identidade Verificada, emitido pelo BID, ao custo de US﹩25. Caso opte pelo certificado verificado, ele receberá ainda 30 unidades de desenvolvimento profissional (PDUs) PMI®.

PDUs são as unidades de medida usadas para quantificar as atividades de aprendizado necessárias para renovar a certificação do PMI. Em português são chamadas de Unidades de Desenvolvimento Profissional. Cada hora de atividade equivale a 1 PDU.

Aqueles que não tiverem interesse no certificado verificado e atenderem as expectativas acadêmicas estabelecidas terão direito a receber um certificado de código de honra.

O curso aberto e massivo (MOOC, na sigla em inglês) é oferecido por meio da plataforma digital edX, fruto de uma parceria entre a Universidade de Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Serviço

Curso Gestão de Riscos em Projetos

Gratuito - Opção de certificado verificado por US﹩ 25

Período de disponibilidade do curso: 16 de abril a 16 de julho de 2020

Duração: 5 semanas, até 6 horas semanais ou no ritmo do participante

Idioma: Português

Inscrições: http://www.edx.org/course/gestao-de-riscos-em-projetos-de-desenvolvimento

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/10/2020
Microsoft promete 5,5 milhões de vagas em cursos TI em plataforma suspensa pelo governo Bolsonaro

07/10/2020
USP abre vagas para mestrado em Ciências de Computação

16/09/2020
ACSoftware oferece 10 bolsas para capacitação profissional na Trilha DevOps da Jornada Learning

15/09/2020
Dell e IOS abrem cursos gratuitos para jovens e pessoas com deficiência em Campinas, RJ e Porto Alegre

14/09/2020
Estação Hack do Facebook abre 19 mil vagas gratuitas para curso de empregabilidade e inovação

10/09/2020
Meta oferece 350 vagas para TI. 21 delas para fora do Brasil

08/09/2020
CESAR School de Manaus abre inscrições para pós-graduação em Testes Ágeis

04/09/2020
Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

31/08/2020
CESAR abre inscrições para capacitação a distância em TI

24/08/2020
Contratações de pessoal cresceram 34% em julho

Desafio nacional: identificar os dados efetivamente valiosos ao negócio

Pesquisa da IDC mostra que quase a metade companhias pesquisadas no Brasil admitiu ter dificuldade para encontrar talentos e recursos responsáveis pelas análises das informações.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Futuro sem aposentadoria – qual a saída?

Por luis Macedo*

O futuro financeiro nunca foi tão incerto. A aposentadoria "oficial", pelo INSS, fica cada vez mais distante para muitas pessoas, especialmente porque o mundo do trabalho mudou. Uma alternativa para uma parcela significativa da população que não tem carteira assinada são os fundos de previdência. O problema, no entanto, é a infinidade de fundos que existem.

Destaques
Destaques

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Dos 10% em teletrabalho no Brasil, maioria é branca, tem diploma e maior renda

Segundo o Dieese, 8,4 milhões de brasileiros trabalham de casa por conta da pandemia de Covid-19. Proporção chega a 22% dos trabalhadores em Brasília, mas não passa de 3% no Pará. 

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site