Home - Convergência Digital

Faltam coragem e ousadia às mulheres para a liderança no trabalho

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 23/08/2019

Nós mulheres temos de ser mais desbravadoras, corajosas e ousadas. Assim a líder do grupo de Mulheres Executivas do Paraná e sócia da Genialnet, empresa criada há 20 anos e voltada para o desenvolvimento de software de gestão para alimentação coletiva, Ana Lúcia Bittencourt, definiu o momento da mulher no mercado de trabalho ao participar do MyInova Summit 2019, realizado esta semana, em Curitiba, com organização da Assespro Paraná e da Federação Assespro.

Ana Lucia exemplificou: se uma empresa lança uma oportunidade para a própria equipe com 10 requisitos, o homem, se atender apenas um deles, se candidata. A mulher se não atender aos 10 requisitos, ela não disputa a posição. "Não tem como dar certo. Por isso existem poucas mulheres líderes", reclamou.

À CDTV, do portal Convergência Digital, Ana Lucia Bittencourt disse que a tecnologia está à mão e mais do que isso: está carente de bons profissionais com vagas abertas e sem conseguir preencher.  No caso profissional, ao observar as falhas do mercado de alimentação coletiva como erros no gerenciamento de custos, alto desperdício, falta de profissionais qualificados para a base operacional e alto índice de desvios de mercadorias, decidiu abrir uma empresa, as Genialnet, onde criou um software de gestão segmentado para a vertical.

"Fizemos software e crescemos. Hoje temos mais de 200 empresas como clientes. Acredito piamente que as equipes de Tecnologia precisam de equilíbrio de gênero. A multiplataforma exige uma confluência das diferenças para dar certo", afirma. Assistam a entrevista com a sócia da GenialNet, Ana Lucia Bittencourt.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/09/2019
RH prioriza currículo e falha ao contratar profissionais de TI

13/09/2019
Assespro Paraná será um agente de crédito para empresas de TI

04/09/2019
Mão de obra é o gargalo para fazer tecnologia e inovação no Brasil

04/09/2019
Existem mais de 2 mil vagas abertas para DevOps no Brasil

03/09/2019
CGI.br quer ser orquestrador da inovação no Brasil

03/09/2019
Empreendedorismo exige coragem, foco, resiliência e persistência

03/09/2019
São gritantes as diferenças do Brasil com o Vale do Silício

02/09/2019
IA não decide. Quem toma a decisão final é o homem

02/09/2019
É preciso lidar com as demissões provocadas pela transformação digital

02/09/2019
Vitimização é um hábito ruim da mulher no mercado de trabalho

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TICs vão demandar 700 mil novos profissionais na Indústria em cinco anos

Dados são do Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo SENAI, que indicam ainda a urgência na qualificação de 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais por conta da indústria 4.0. Um dos especialistas em alta é o condutor de processos robotizados, com um incremento de 22% no número de vagas.

Dizer não é saudável para o ambiente de trabalho

A posição é defendida pelo diretor geral da Robert Half, Fernando Mantovani. Segundo ele, acumular tarefas e colocar prazos em conflito é um risco alto.

Técnicos são os que mais procuram especialização em Big Data

Cursos voltados para desenvolvimento Full Stack e Segurança Cibernética também são bastante demandados. No caso do big data, dos alunos formados nesta área, 45% possuem mais de 10 anos de experiência (sênior); 36% até nove anos (pleno) e 19% até três anos (recém-formados).

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site