INCLUSÃO DIGITAL

Bolsonaro e Faria inauguram Wi-Fi grátis da privatizável Telebras

Luís Osvaldo Grossmann ... 21/08/2020 ... Convergência Digital

Listada para ser vendida no próximo ano, e engessada por ter sido incluída no Orçamento da União, a Telebras foi um dos destaques da visita do presidente Jair Bolsonaro ao Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira, 21/08, que incluiu na comitiva os ministros potiguares Fábio Faria, das Comunicações, e Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional. 

“A comunidade de Angélica é a primeira no Brasil que está recebendo o WiFi na Praça, para toda comunidade ter acesso. No RN são 223 escolas já com internet, com o programa da Telebras, são 58 mil alunos atendidos. E hoje o presidente está entregando também para a comunidade 30 computadores”, festejou o ministro das Comunicações. 

Segundo a Telebras, a antena instalada na comunidade de Angélica, que conta com 300 habitantes e fica a cerca de 210 km de Natal, fornecerá conexão de 20 Mbps e tem alcance de 200m de raio. Nem o governo, nem a estatal indicaram quantos pontos semelhantes de WiFi gratuito serão instalados. 

O ministro aproveitou para faturar por tabela o recém assinado Termo de Ajustamento de Conduta entre a Anatel e a TIM, porque ele contempla a oferta de 4G em cidades que não contavam com cobertura. Segundo ele, 35 das 350 cidades beneficiadas por compromissos do TAC ficam no RN. 

“Vim falar também que fizemos um TAC com a TIM, um termo de ajuste de conduta. Foi a Anatel, que está no nosso Ministério. E contemplou 35 cidades do nosso estado, do Rio Grande do Norte, que irão receber 4G. E depois dessas instalações, teremos até o ano que vem 96% do estado com 4G. Quase cobertura total no Rio Grande do Norte”. 


MPF recomenda que instituto cancele compra de MacBooks de R$ 12 mil e use PCs mais baratos

Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte (IFRN) quer 20 notebooks da Apple para o setor administrativo, em custo superior a R$ 250 mil. MPF diz que licitação deve incluir outras marcas. 

Covid-19 aumentou o uso da internet nas classes C, D e E

Segundo a pesquisa TIC Covid-19, do Cetic.br, a pandemia aumentou o uso da rede em todas as classes e faixas etárias. O que já era hábito entre os mais ricos, passou a ser mais comum entre os mais pobres para compras e serviços.

Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

Varejista com atuação na região norte do País tem planos de expandir sua infraestrutura para mais cidades, mas conta com a frequência não licenciada, diz o gerente de TI, Jesaias Arruda.

Saúde pública padece de acesso à Internet e de segurança de dados

Processo de levar acesso à Internet para as Unidades Básicas de Saúde(UBS) não avança e apenas 23% delas disponibilizam agendamento de consultas pela Internet. Nas unidades privadas, o atendimento online está em 100% do segmento. Diferença é evidente na comparação do Norte e Nordeste com o Sul e Sudeste.

Escolas viram telecentros para quem não tem acesso à Internet

Maior parte dos usuários vai para fazer pesquisa escolar e digitar currículos ou outros documentos. Conexão à Internet melhorou, mas a maioria tem conexão entre 1 Mpbs até 5 Mbps.

MEC exige energia elétrica nas escolas para levar banda larga

Escolas precisam também estar  em área de cobertura terrestre ou via satélite, e ter mais de 14 matrículas em 2020. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G