Clicky

Home - Convergência Digital

Chinesa Xiaomi promete lançar 10 celulares 5G em 2020

Convergência Digital* - 22/10/2019

A fabricante chinesa de smartphones Xiaomi planeja lançar mais de 10 telefones 5G em 2020, disse o presidente-executivo Lei Jun, durante conferência mundial de internet na China. No mês passado, a Xiaomi lançou o Xiaomi Mi 9 Pro, o primeiro telefone habilitado para 5G da empresa para o mercado doméstico. 

Segundo o executivo, a demanda pelo telefone excedeu as expectativas e levou a problemas na cadeia de fornecimento. A recepção do dispositivo levou a Xiaomi a lançar modelos 5G para os celulares de todos os níveis de preço no próximo ano. 

“As pessoas do setor temem que no próximo ano os modelos 4G não sejam vendidos, esse é um passo que você não tem escolha a não ser dar”, disse Lei. “Portanto, esperamos que as operadoras possam acelerar sua expansão das estações de 5G”. 

No segundo trimestre, a Xiaomi tinha 11,8% do mercado de smartphones da China, ante 13,9% no ano anterior, de acordo com a empresa de pesquisa Canalys. A empresa detém cerca de 10% do mercado global de celulares.. 

Todas as outras principais marcas chinesas sofreram com vendas em declínio, à medida que os consumidores procuravam a Huawei, impulsionados em parte pelo patriotismo. A fabricante de celulares tornou-se o centro das tensões entre a China e EUA em maio, quando Washington pediu efetivamente às empresas norte-americanas que deixassem de lhe fornecer peças. 

No entanto, a Xiaomi obteve sucesso na Europa, onde continua sendo um player relativamente novo. A participação de mercado da empresa na região no segundo trimestre atingiu 9,6%, acima dos 6,5% do ano anterior, tornando-a uma das marcas de telefone que mais crescem na região. 

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

09/04/2021
Bolsonaro faz primeira vídeo chamada com 5G

07/04/2021
Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

06/04/2021
Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

06/04/2021
TCU discute 5G no Brasil, em evento fechado, nos dias 08 e 09 de abril

01/04/2021
Verizon fecha primeiro contrato de 5G privado no Reino Unido

29/03/2021
Telefônica escolhe IBM para RAN aberto na Argentina

26/03/2021
Chip único surge como estratégico para o 5G

25/03/2021
5G vai exigir investimentos de 300 bilhões de euros na Europa

24/03/2021
Ericsson fez megaestoque de componentes para produzir 5G no Brasil

24/03/2021
5G é a política pública para acabar com o gap digital no Brasil

Destaques
Destaques

Highline se propõe a comprar licença 5G e oferecer espectro como serviço para ISPs

A proposta da empresa, explicou Luis Minoru, diretor de estratégia e novos negócios, é o de oferecer toda a infraestrutura na modalidade de serviço. Já há testes em andamento, não revelados, para o funcionamento da modalidade que inclui a operação de telefonia móvel.

Cobertura 4G chegou a 85% da população mundial, mas metade dela seguiu sem acesso à Internet em 2020

Levantamento da União Internacional de Telecomunicações mostra que a principal razão da exclusão digital é o alto preço do serviço diante da receita do consumidor. "Houve uma queda nos preços, mas precisa cair muito mais para termos um futuro melhor", pontuou o secretário-geral da UIT, Houlin Zhao.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site