Clicky

Home - Convergência Digital

Baigorri: Venda da Oi Móvel não condiciona data do leilão 5G

Ana Paula Lobo - 22/02/2021

O leilão 5G está dissociado e não vai esperar a conclusão da venda do controle da Oi Móvel ao consórcio TIM, Vivo e Claro por R$ 16,5 bilhões, garantiu o conselheiro da Anatel, Carlos Baigorri.

"Esse é um negócio que envolve entes privados e não me parece ter nenhum sentido que a Anatel, representando a União, submeta uma questão de política pública a essa questão privada que não sabemos nem quando nem como será finalizada, uma vez que ainda há as anuências prévias da Anatel e do CADE", pontuou ao participar do Seminário Políticas de Telecomunicações, realizado pelo Teletime, nesta segunda-feira, 22/02.

Para Baigorri, a ausência da Oi da compra da licença nacional de 5G poderá ser compensada pela entrada de um novo player. "Sabemos que há interessados, mas se não tivermos esse quarto player, o pedaço destinado será dividido em lotes de 20 Mhz para novas aquisições", minimizou.

O conselheiro da Anatel, ao ser questionado, não descartou a possibilidade deste quarto player vir a ser uma empresa interessada em ser operadora neutra, ou seja, interessada em construir rede 5G para repassar para terceiros. "Nós já temos precedentes com o compromisso da Nextel na banda H usando compartilhamento de redes", completou.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/04/2021
IHS ainda negocia com a TIM, mas compra mais 602 torres no Brasil

12/04/2021
Latência baixa do 5G SA é tão rápida quanto o sistema nervoso humano

09/04/2021
Bolsonaro faz primeira vídeo chamada com 5G

07/04/2021
Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

06/04/2021
Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

06/04/2021
TCU discute 5G no Brasil, em evento fechado, nos dias 08 e 09 de abril

01/04/2021
Verizon fecha primeiro contrato de 5G privado no Reino Unido

29/03/2021
Telefônica escolhe IBM para RAN aberto na Argentina

26/03/2021
Chip único surge como estratégico para o 5G

25/03/2021
5G vai exigir investimentos de 300 bilhões de euros na Europa

Destaques
Destaques

Highline se propõe a comprar licença 5G e oferecer espectro como serviço para ISPs

A proposta da empresa, explicou Luis Minoru, diretor de estratégia e novos negócios, é o de oferecer toda a infraestrutura na modalidade de serviço. Já há testes em andamento, não revelados, para o funcionamento da modalidade que inclui a operação de telefonia móvel.

Cobertura 4G chegou a 85% da população mundial, mas metade dela seguiu sem acesso à Internet em 2020

Levantamento da União Internacional de Telecomunicações mostra que a principal razão da exclusão digital é o alto preço do serviço diante da receita do consumidor. "Houve uma queda nos preços, mas precisa cair muito mais para termos um futuro melhor", pontuou o secretário-geral da UIT, Houlin Zhao.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site