Home - Convergência Digital

Qualcomm é multada em mais de R$ 1 bilhão por prática antitruste na Europa

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 18/07/2019

A Qualcomm foi multada em 242 milhões de euros, quase R$ 1,1 bilhão, pela Comissão Europeia nesta quinta-feira, 18/07, por bloquear um rival do mercado há uma década, em sua segunda penalidade antitruste.

A Comissão Europeia, órgão regulador da concorrência da UE, acusou a Qualcomm de praticar preços predatórios entre 2009 e 2011 com o objetivo de prejudicar a desenvolvedora britânica de software para telefones Icera, agora parte da Nvidia. “O comportamento estratégico da Qualcomm impediu a competição e a inovação no mercado”, afirmou a comissária de concorrência da União Europeia, Margrethe Vestager.

A executiva defendeu o tempo levado para chegar a uma decisão - a Comissão acusou a empresa pela primeira vez de preços predatórios em 2015 - dizendo que foi um caso complexo, dependente de evidências da Qualcomm. A multa é de 1,27% do faturamento da Qualcomm em 2018. A Qualcomm disse que apelará da decisão, dizendo que ela “não é sustentada pela lei, pelos princípios econômicos ou pelos fatos do mercado”.

Multas pesadas, em particular contra gigantes da tecnologia dos Estados Unidos, têm sido uma característica da campanha de cinco anos de Vestager como fiscal antitruste da Europa, uma política que lhe rendeu a ira do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Linha dura com as empresas de tecnologia, Margrethe Vestager informou ainda a intenção de permanecer no cargo - o seu mandato termina no dia 31 de outubro.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Destaques
Destaques

5G chegará a 75 milhões de conexões na América Latina até 2023

Até lá, a tecnologia LTE segue com um crescimento considerável. Em junho foram 4,7 bilhões de conexões, ou 53% de todas as conexões celulares no mundo, revela a 5G Americas.

TVs defendem migração da banda C para Ku e calculam custo em R$ 2,9 bilhões

Abratel, que representa Record e Rede TV!, apresentou formalmente à Anatel uma proposta de migração das transmissões como forma de evitar a interferência do uso da faixa de 2,5 GHz nas antenas parabólicas.  

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site