Huawei: Teles e governo vão perder dinheiro se tomarem partido na guerra comercial

Luís Osvaldo Grossmann ... 09/03/2020 ... Convergência Digital

A pressão dos Estados Unidos por um boicote às fabricantes chinesas de equipamentos de telecomunicações, notadamente contra a Huawei, reflete a mudança na direção dos pagamentos por uso de tecnologia patenteada, segundo avalia a maior fornecedora do planeta. 

“De 2015 a 2018, a Huawei pagou US$ 6 bilhões em direitos de propriedade intelectual a terceiros, 80% disso para empresas americanas. E no mesmo período recebeu US$ 1,4 bilhão. Com o 5G isso vai se inverter”, afirma o diretor global de segurança cibernética da empresa, Marcelo Motta. 

“Entre 2009 e 2018 colocamos US$ 4 bilhões no desenvolvimento de tecnologias 5G e temos um grande número de patentes. Cerca de 20% das patentes essenciais do 5G pertencem à Huawei”, afirma o executivo, indicando porque a expectativa de que o fluxo tome o caminho da China. 

Apesar da pressão dos EUA, a empresa ainda mantém a liderança em contratos de redes 5G, 91 até março deste 2020, contra 81 da Ericsson. E espera manter-se entre os principais fornecedores no Brasil, confiante de que o país não vai adotar medidas restritivas. 

“Fornecemos 4G para todas as operadoras no país. E estamos no 4,5 G também, facilmente pode ser transformado em 5G. Qualquer restrição vai impactar negativamente no investimento que as operadoras já fizeram e no ‘time do market’ do 5G no Brasil, o que não é interesse nem das empresas, nem do governo brasileiro”, iniste Motta. 

Segundo ele, as acusações dos EUA de que a empresa espiona dados ou mantém backdoors para o governo chinês são falsas. “São acusações sem fundamento algum. Não operamos redes, não temos acesso a nenhum tipo de dado. não temos acesso a esses equipamentos que estão dentro das redes das operadoras.”


Internet Móvel 3G 4G
Aplicações são prioridade no laboratório 5G da NEC no Brasil

Com a meta de ser um orquestrador do 5G na sua volta à telefonia móvel, a NEC estrutura um laboratório, que começa a funcionar em janeiro de 2021, para fazer valer a validação das aplicações, conta o diretor da NEC, Roberto Murakami.

Carlos Baigorri toma posse no Conselho Diretor da Anatel

Em cerimônia no Ministério das Comunicações, o novo conselheiro afirmou que "a Anatel tem diversos desafios para o ano que vem, como o leilão de 5G, e temos que garantir que a conectividade chegar a todos rincões do País, com qualidade e a preços acessíveis à população para que todos os brasileiros possam exercer a sua cidadania”.

Feninfra diz que sem desoneração da folha país perde R$ 2 bilhões e 500 mil empregos em Telecom

Segundo a presidente da entidade, Vivien Suruagy, caso o Congresso não derrube o veto de Bolsonaro à medida, haverá um "apagão de tecnologia" no país.

STJ confirma condenação da Telefônica por falta de cartões telefônicos

Multa estipulada foi de R$ 3 milhões, por conta da não venda de cartões indutivos de 20 unidades. Condenação da operadora foi mantida pela 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça.

Oi entra na disputa do mercado de marketplaces para consolidar marca de consumo

Plataforma OiPlace chega ao mercado com mais de 3 mil produtos. Tele também incluiu canal ao vivo no Oi Play, a partir da mudança da regra de conteúdo na Internet pela Anatel.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G