Clicky

Globo parte para a briga e lança programação no OTT

Ana Paula Lobo* ... 31/08/2020 ... Convergência Digital

A Globo avança, enfim, no mercado OTT, sem regulamentação pela Anatel. partir desta terça-feira, 01/09, em regime de pré-lançamento, passa a oferecer o pacote Globoplay + canais ao vivo para seus atuais assinantes, além da TV Globo, dos conteúdos on demand e todo portfólio Globoplay em um ambiente único, seguindo o conceito  "all in one", pelo valor de R$ 49,90 / mês. No plano anual, o produto pode ser adquirido por até 12 parcelas de R$ 42,90. Em 1º de outubro, a nova oferta passa a estar disponível para todo o público.
 
Ao reunir na plataforma, além da TV Globo, os canais ao vivo Globo -  Multishow, Globonews, Sportv 1, Sportv 2, Sportv 3, GNT, Viva, Gloob, Gloobinho, Off, Bis, Mais Globosat, Megapix, Universal TV, Studio Univeral, SYFY, Canal Brasil e Futura -,  séries e filmes que são sucesso no Brasil e no mundo, conteúdos de humor, jornalismo, esportes, variedades, documentários e realities, o Globoplay passa a ter um espectro de ofertas sem precedentes no mercado nacional.
 
Todos os canais Globo, com toda qualidade e diverisidade de conteúdos, passam a estar disponíveis juntos, agora em um só ambiente com a chegada do Globopoplay + canais ao vivo, que disponibiliza além dos 19 canais ao vivo, todo portfólio do Globopoplay para que o público possa assistir em um play, de maneira simples e direta, seus conteúdos preferidos. Outra novidade é que o Futura estará disponível também para não assinantes, reforçando o compromisso do canal de promover a transformação social através do modelo de produção audiovisual educativa, participativa e inclusiva.
 
O Globoplay passa a contar com as seguintes possibilidades de consumo para que o público possa escolher a oferta mais adequada a suas preferências e perfil:
 
Ø  Acesso  gratuito
Oferta: Canal linear da TV Globo (em regiões selecionadas) + Canal Futura + íntegras de conteúdos selecionados da TV Globo (jornalismo, variedades, programas de entrevistas) + trechos de novelas e de outros conteúdos + lives e eventos pontuais e/ou promocionais.
Preço: Gratuito
 
Ø  VOD premium + TV Globo
Oferta: Os mesmos conteúdos do nível anterior + todo o catálogo de séries, filmes, documentários, infantis e novelas clássicas do Globoplay +  consumo  em catch up de novelas e séries da grade da TV Globo. Os assinantes encontram ainda conteúdos selecionados em 4k, têm acesso ao recurso Cloud DVR e podem baixar vídeos para assistir offline via Download To Go.
Preço: R$ 22,90 mensais (ou em até 12 x R$ 19,90 no plano anual)
 
Ø  VOD premium + canais ao vivo
Oferta: Os mesmos conteúdos do nível anterior + canais Globo por assinatura ao vivo (Multishow, Globonews, Sportv 1, Sportv 2, Sportv 3, GNT, Viva, Gloob,  Gloobinho, Off, Bis, Mais Globosat, Megapix, Universal TV, Studio Univeral, SyFi, Canal Brasil) + conteúdos selecionados em VOD dos canais por assinatura Globo após seis meses de exibição na grade linear + conteúdos VOD em catchup dos canais Universal TV, Studio Universal e SyFi. Os assinantes encontram ainda conteúdos selecionados em 4k, têm acesso ao recurso Cloud DVR e podem baixar vídeos para assistir offline via Download To Go.
Preço: R$ 49,90 mensais (ou em até 12 x R$ 42,90 no plano anual)
 
Tecnologia

Cada vez mais, a mobilidade de consumo, o poder assistir "ao quê", "onde" e "quando" quiser, será a realidade para a maioria dos brasileiros. Com a chegada dos canais ao vivo, o Globoplay inova mais uma vez e cria um divisor de águas para a experiência do público no streaming, que passa a ter, no mesmo ambiente, conteúdos sob demanda, acesso ao canal líder de audiência da TV aberta e também hits da TV por assinatura. Levando em conta  a audiência acumulada do primeiro semestre de 2020 no Brasil, no ranking dos 10 maiores canais da TV por assinatura no prime time (das 19h à 1h), seis são da Globo: Viva na liderança, seguido pelo Multishow, além de GloboNews, Universal TV, Megapix e SporTV.

"Estamos trabalhando com parceiros para ampliar nossa infraestrutura de CDN e chegamos a agosto deste ano com 1 Exabyte de distribuição, que equivale a mais de 1 bilhão de horas de consumo de vídeo, quase 4 vezes mais do que o número de horas consumidas no mesmo período em 2019. Na prática isso significa que mais do que dobramos a capacidade da nossa CDN, levando os nossos conteúdos para mais perto do consumidor em todo Brasil, usando a força da rede de afiliadas como pontos estratégicos da distribuição digital, já que nossas emissoras estão em presentes nas 123 maiores cidades brasileiras. Além disso, houve uma revisão de toda a arquitetura de software para que o aplicativo pudesse somar essa experiência de consumo dos canais. Com isso, as pessoas em casa conseguirão ter a mesma experiência que têm na TV aberta em relação à troca dos canais", explica Raymundo Barros, diretor de Tecnologia da Globo.
 


 


Internet Móvel 3G 4G
Um em cada cinco usuários do 5G reduz o uso do Wi-Fi nos ambientes fechados

Relatório da Ericsson ConsumerLab mostra que a cobertura interna é duas vezes mais importante do que a velocidade ou a duração da bateria. Usuários também se mostram insatisfeitos com a ausência de serviços inovadores e novos aplicativos.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Chamadas de fixo para móvel terão reajuste de até 10,3%

Percentuais autorizados pela Anatel variam de acordo com cada operadora. Os menores foram para a Algar (3,1%), e os maiores para a Oi. 

TIM: Oi móvel é uma operação de venda para resolver um problema do setor

O vice-presidente da TIM, Mario Girasole, diz que os questionamentos fazem parte do rito. "Nós estamos resolvendo um problema de uma empresa que viveu uma situação muito crítica".

Gigantes se unem pelo OpenWiFi para contrapor o Open RAN

Quem está à frente da iniciativa é o Telecom Infra Project (TIP), também responsável pelo Open RAN para as teles celulares. O projeto OpenWifi surge com o apoio da Deutsche Telekom, Boingo e do Facebook. Lançamento oficial será no dia 12 de maio.

STF derruba lei municipal que impedia antena de celular a 100 metros de residências

Sob a justificativa de impedir exposição a campos eletromagnéticos, Lei de Valinhos (SP), de 2018, proibia infraestrutura de telecomunicações próximas a casas, parques, jardins e áreas de preservação. 




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G