Clicky

Home - Convergência Digital

Chinesa Xiaomi promete lançar 10 celulares 5G em 2020

Convergência Digital* - 22/10/2019

A fabricante chinesa de smartphones Xiaomi planeja lançar mais de 10 telefones 5G em 2020, disse o presidente-executivo Lei Jun, durante conferência mundial de internet na China. No mês passado, a Xiaomi lançou o Xiaomi Mi 9 Pro, o primeiro telefone habilitado para 5G da empresa para o mercado doméstico. 

Segundo o executivo, a demanda pelo telefone excedeu as expectativas e levou a problemas na cadeia de fornecimento. A recepção do dispositivo levou a Xiaomi a lançar modelos 5G para os celulares de todos os níveis de preço no próximo ano. 

“As pessoas do setor temem que no próximo ano os modelos 4G não sejam vendidos, esse é um passo que você não tem escolha a não ser dar”, disse Lei. “Portanto, esperamos que as operadoras possam acelerar sua expansão das estações de 5G”. 

No segundo trimestre, a Xiaomi tinha 11,8% do mercado de smartphones da China, ante 13,9% no ano anterior, de acordo com a empresa de pesquisa Canalys. A empresa detém cerca de 10% do mercado global de celulares.. 

Todas as outras principais marcas chinesas sofreram com vendas em declínio, à medida que os consumidores procuravam a Huawei, impulsionados em parte pelo patriotismo. A fabricante de celulares tornou-se o centro das tensões entre a China e EUA em maio, quando Washington pediu efetivamente às empresas norte-americanas que deixassem de lhe fornecer peças. 

No entanto, a Xiaomi obteve sucesso na Europa, onde continua sendo um player relativamente novo. A participação de mercado da empresa na região no segundo trimestre atingiu 9,6%, acima dos 6,5% do ano anterior, tornando-a uma das marcas de telefone que mais crescem na região. 

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/02/2021
Leilão do 5G vai criar empresa gestora de R$ 5 bilhões em compromissos

26/02/2021
Rede segura do governo vai usar faixa do 4G e bane Huawei como fornecedor

26/02/2021
Governo e teles negociam um piloto 5G standalone

26/02/2021
Anatel estima que 5G vai custar R$ 35 bilhões no Brasil

26/02/2021
Governo retira exclusividade da Telebras da gestão da rede privada

25/02/2021
Anatel aprova edital e antecipa 5G pleno nas capitais para julho de 2022

25/02/2021
Leilão do 5G nos EUA bate recorde e apura US$ 81,2 bilhões

24/02/2021
WEG testa planta piloto com 5G privado standalone da Nokia

24/02/2021
ANPD: Quem coletar dados no 5G será responsável pelo dano ao usuário

24/02/2021
Para Defesa, Brasil deveria adotar regra para diversificar fornecedores no 5G

Destaques
Destaques

5G será muito mais B2B e vai injetar R$ 13,5 bilhões no mercado nos próximos dois anos

Finalmente o 5G entrou na lista das dez previsões para os mercados de Tecnologia e Informação e Telecomunicações da IDC para 2021/2022. Consultoria prevê que a receita virá de novos negócios com IA, IoT, cloud, segurança, robótica e realidade aumentada e virtual.

5G só começa depois de garantia de recepção nas parabólicas

Pelo cronograma previsto na proposta de edital, oferta do 5G tem início 300 dias depois de formalizada a ‘compra’ das frequências – portanto no segundo semestre de 2022.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Previsões para 5G Core (5GC) e redes móveis em 2021

Por Ivan Marzariolli*

A maioria das teles com 5G escolheu o que é chamado de implementação “não autônoma”.  É um híbrido de 4G e 5G que permite oferecer muitos recursos 5G aos assinantes, enquanto ainda aproveita o investimento existente em seu core de pacote 4G. Operadoras estão ansiosas para aproveitar as vantagens do 5GC (SA ou autônomo) - maior agilidade de serviço e custos mais baixos.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site