NEGÓCIOS

TOTVS desiste de hardware e vende unidade da Bematech para a Elgin

Ana Paula Lobo* ... 13/05/2019 ... Convergência Digital

A TOTVS vendeu a sua unidade de hardware, criada a partir da aquisição da Bematech em 2015, por R$ 25 milhões, para a Elgin, fabricante brasileiro que tem um negócio de automação comercial.O anúncio foi feito na semana passada, antes de a empresa investir em uma joint-venture com a VTEX, também para o varejo O negócio ficou em menos de 10% do que a companhia investiu para adquirir a Bematech - R$ 550 milhões.

A parte de software da Bematech, que inclui programas voltados principalmente para o mercado de hotelaria e food service e o Bemacash, uma solução para pequenos varejistas, não foi incluída transação. O carro- chefe da Bematech são as impressoras de cupom fiscal, um negócio que anda para trás com a migração para a nota fiscal eletrônica. A Elgin, que faz de telefones até lâmpadas LED, passando para micro motores, pilhas e cabos, já tem impressoras fiscais no seu portfólio voltado a automação desde 1999.

Os negócios de software respondem, hoje, por quase 90% da receita da Totvs, tiveram uma margem EBITDA de 14,6% em 2018, na unidade de hardware a rentabilidade foi negativa em 3,9%. As baixas contábeis em hardware somam R$ 132 milhões. A brasileira líder de ERP nas médias e pequenas empresas fechou o primeiro trimestre do ano com uma receita líquida de R$ 563,5 milhões, o que representa um crescimento de 8,6% em relação ao mesmo período de 2018, sinalizando a volta para o ritmo do crescimento pré-crise econômica.

A aquisição da Bematech foi anunciada como essencial para a TOTVS em agosto de 2015, especialmente por conta do Varejo. Unidas, as empresas atenderiam a toda a cadeia do varejo e combinarão know-how em varejo físico e e-commerce, além dos seus portfólios de soluções especializadas nos mais diversos subsegmentos do varejo: food service, supermercados, atacarejos, vestuário e calçados, lojas e magazines, eletroeletrônico, material de construção, farmacêutico, hotelaria, concessionárias de veículos, transporte de passageiros, entre outros.


Com a transformação digital, bancos assumem o desafio de reter o cliente

Líderes dos principais bancos do País destacam IoT, computação cognitiva e blockchain como fundamentais para o futuro do setor.

Consultoria brasileira Yaman firma parceria com a Tricentis por transformação digital e DevOps

Acordo entre as empresas permtiirá acelerar a fase de testes de software com uso de robôs.

Em 10 anos, faturamento e empregos em TI no Brasil crescem mais de 70%

Como mostra um raio-X feito pela Softex, TI avança quatro vezes mais rápido que o PIB e pode agregar mais US$ 70 bilhões à riqueza nacional com o desenvolvimento de competências digitais.

Hi Platform comprou a SamChat e movimenta mercado de chatbots no Brasil

Com uma carteira de 900 clientes, empresa passa a contar no portfólio com companhias como Marabraz, Brascol, entre outras. O valor da transação não foi revelado. Hi Platform espera um faturamento de R$ 47 milhões em 2019.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G