SEGURANÇA

Serasa Experian: na corrida de gato e rato da segurança, software faz a diferença

Ana Paula Lobo e Rafael Mariano ... 17/06/2019 ... Convergência Digital

O balanço entre conveniência e segurança é uma corrida diária e fundamental na indústria da segurança da informação, observa o head do DataLabs da Serasa Experian para a América Latina, Marcelo Pimenta.

As novas demandas devidas ao uso das tecnologias de ponta exigem novas linhas de pesquisas, como o uso de tecnologia para a prova de vida, para a redução de falsos positivos e para análise de comportamento de uso físico do dispositivo.

"Há tecnologias que interpretam hábitos de uso físico. Por exemplo, a inclinação do aparelho na hora em que o usuário digita algo ou a forma como ele segura o dispositivo", contou Pimenta. Segundo ele, o software faz a diferença na identificação de fraudes e do comportamento humano. Uma das ações da Serasa Experian, por meio de uso das novas tecnologias, é eliminar o hacker que tenta ficar entre o usuário e a instituição financeira, com o uso da combinação do big data e dos algoritmos de Inteligência Artificial.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, concedida durante o CIAB Febraban 2019, realizado de 11 a 13 de junho, em São Paulo, Marcelo Pimenta descreveu quem é o hacker das novas tecnologias e advertiu: ao criar facilidades, as empresas abrem brechas para serem quebradas. O desafio é construir sistemas capazes de impedir as fraudes. Assistam à entrevista com o head Latam do DataLabs da Serasa Experian, Marcelo Pimenta.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Dell vende RSA por US$ 2,08 bi e se desfaz de mais um ativo da EMC

Empresa de Michael Dell abriu mão da unidade de segurança cibernética e repassou o controle para um consóricio liderado pela Symphony Technology Group.

Accenture compra divisão de segurança cibernética da Symantec

Os valores da transação não foram revelados. Com a aquisição a Accenture Security passa a fazer parte dos principais fornecedores de serviços de segurança gerenciados e terá a nuvem como plataforma de desenvolvimento.

Adiar a LGPD para ganhar tempo não vai resolver o problema das empresas

“Existe um viés de adiamento, mas isso não vai resolver o problema”, afirma o gerente de contas do grupo Binário, Leandro Alves.

Serpro faz a plataforma para consentimento ao uso de dados no Governo

“O governo coleta informações para usos obrigatórios, mas para outros usos precisa de consentimento”, explica o superintendente de segurança da informação da estatal, João Vieira de Almeida Junior.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G