Home - Convergência Digital

Bosch usa o Tinbot, robô brasileiro, para ampliar negócios em IoT

Convergência Digital* - 10/02/2020

Desde sua criação, o Tinbot, primeiro robô brasileiro colaborativo que reúne Inteligência Artificial, Cognição e IoT (Internet of Things), vem conquistando a simpatia de todos que o encontram. Não só pelo seu design e personalidade, mas principalmente pela experiência diferenciada e inovação que proporciona às empresas.

O Tinbot já foi adquirido por mais de 30 empresas como UniCesumar e Evoa Aceleradora, onde atua na recepção de visitantes, Sicoob para gerenciamento de indicadores, no Hotel Villa Rossa como concierge, na Becomex como auxiliar na gestão de projetos, no Colégio Objetivo de Maringá e para a empresa angolana Ucall, onde ajudará no monitoramento de processos e indicadores internos.

Entretanto, a lista de clientes do Tinbot não para de crescer. Começando 2020 já com novidades, o robô brasileiro foi adquirido por três marcas líderes em seus segmentos. Estamos falando de nada menos que a companhia suíça, Nestlé, e as alemãs DHL Express e Bosch. A Nestlé adquiriu o Tinbot para reforçar a estratégia de inovação e a transformação digital. O robô será empregado para repasse de informações sobre produtos.

Já na alemã do setor de logística internacional e correio expresso, a DHL Express, o Tinbot será responsável por acompanhar os feedbacks do novo sistema integrado de indicadores individuais dos colaboradores. Para esse mesmo fim a marca encomendou três Tinbots aos clientes HP, Lego e Unilever. As três unidades de negócios da DHL que operam nas Américas e no Brasil estão comprometidas em investir nos próximos anos no desenvolvimento e na adoção de novas tecnologias que sejam capazes de melhorar as operações, aprimorar a experiência do cliente, reduzir os custos e facilitar melhores processos de trabalho para seus colaboradores.

A Bosch vai usar o Tinbot na área de Internet das Coisas para casas e cidades inteligentes, mobilidade e indústria conectadas, adquiriu o robô para emprestar sua inovação na interação com o público interno e externo nos eventos que participa. Também faz parte da estratégia da Bosch estudar novas formas de uso do Tinbot em sua área de inovação.

Desenvolvido pela Tinbot Robótica, startup parte do DB1 Group, grupo de empresas brasileiras de tecnologia com sedes no Brasil, Argentina e EUA, o robô conta com fala natural em português, reconhecimento facial e de voz, gestos e expressões, além de ser integrável a outros sistemas por meio de APIs, possibilitando interatividade e personalidade humanizada. Fora isso, permite que cada empresa personalize e programe a plataforma de acordo com suas necessidades.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/10/2020
Governo dá ultimato para isenção de imposto para Internet das Coisas

16/10/2020
Empresa nacional de IoT recebe aporte da KPTL e da Wayra

14/10/2020
Carrier elege AWS e une nuvem, IoT e coleta de dados

13/10/2020
Por mais vigilância, governos planejam gastar US$ 15 bilhões em IoT ainda em 2020

06/10/2020
TIM cria marketplace para Internet das Coisas no Brasil

25/09/2020
Relator no Senado propõe desoneração de IoT e VSats sem mudar texto da Câmara

09/09/2020
Anatel: Teles precisam ser claras do que querem para Internet das Coisas

02/09/2020
TIM quer parceria com startups em uso de 4G ou IoT em soluções para o campo

31/08/2020
Governo prevê isenção de taxas para Internet das Coisas e VSATs em 2021

28/08/2020
Economia promete zerar FISTEL para IoT no orçamento de 2021

Destaques
Destaques

Conexão no campo pode render até R$ 50 bilhões em dois anos

Estudo do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) revela que, hoje, faltam quase 15 mil antenas e torres para ofertar o serviço necessário para a digitalização do agronegócio. Os números foram revelados no Painel Telebrasil 2020.

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site