INOVAÇÃO

FICO leva IA e machine learning para além da indústria financeira

Por Roberta Prescott* ... 15/03/2019 ... Convergência Digital

A FICO, que atua no Brasil desde 1998, expandiu seu alcance para além do setor financeiro entregando soluções para diversas verticais de negócio. Empresas de segmentos como varejo, manufatura e telecomunicações estão, segundo explicou Alexandre Graff, vice-presidente e diretor-geral da FICO para América Latina e Caribe, em entrevista em vídeo à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o FICO Fórum 2019, realizado, em São Paulo, nesta quarta-feira, 13/03, usando em alguma escala inteligência artificial e machine learning para aprimorar a tomada de decisão e melhorar a experiência do cliente.  

Sem dar números, Graff disse que o crescimento da companhia na região tem sido forte e decorre da decisão corporativa global de transformar, em 2013, a América Latina e Caribe em uma unidade à parte — antes fazia parte da região Américas e funcionava como escritório de vendas. 

"Crescemos seis vezes a nossa equipe desde 2014 e sabemos que neste período a economia do Brasil e da América Latina estava desacelerada", disse. "Nossa perspectiva é boa; é de crescimento acelerado na região", completou Graff. Confira a entrevista na íntegra com o vice-presidente e diretor-geral da FICO para a América Latina e Caribe, Alexandre Graff.


Maganine Luiza abre concurso para escolher startups

Rede varejista está com inscrições abertas para o seu primeiro pitch day de serviços digitais. "Queremos todos os tipos de startups", avisa a gerente do Magazine Luiza, Juliana Silva.

Só a inovação tira o Rio de Janeiro da estagnação econômica

A afirmação é do presidente do TI Rio, Benito Paret. Segundo ele, o Estado do Rio de Janeiro tem de buscar novos caminhos e eles passam pela inovação.

Petrópolis terá sensores IoT para prevenção de enchentes

Iniciativa é um projeto-piloto de cidades inteligentes, em parceria com o BNDES e com a ENEL, e começa a ser implantado no começo de 2020, revela o secretário de Desenvolvimento do município, Marcelo Fiorini. "Política pública não pode ser projeto político. Ela é de longo prazo", observa o executivo.

Startup cria software para detectar interações perigosas entre máquinas e homens

Até então incubada na UFF, no Rio de Janeiro, a Displace desenvolveu um software para proteger o homem na rotina da indústria 4.0. A ideia atraiu a atenção de grandes empresas, entre elas, a Ambev.

Finep tem crédito de R$ 200 milhões para projetos de indústria 4.0

Linha vai apoiar projetos em internet das coisas, big data, computação em nuvem, segurança digital, robótica avançada, manufatura digital e aditiva, inteligência artificial e digitalização.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G