NEGÓCIOS

Terceirização de serviços de TI avança 10% ao ano

Convergência Digital ... 23/04/2018 ... Convergência Digital

O mercado de TICs avança no Brasil apesar da crise, em razoável medida ajudado pela cada vez maior terceirização de serviços de tecnologia da informação. Segundo balanço divulgado pela associação brasileira das empresas de TIC, Brasscom, entre 2010 e 2017, a receita com serviços, BPO e computação em nuvem dobrou de tamanho. Em março, durante o 3º Seminário Brasscom Políticas & Negócios, realizado em Brasília, com cobertura do Convergência Digital, a entidade antecipou parte do estudo setorial realizado em 2017.

A receita somada de outsourcing e TI in house passou de R$ 59,6 bilhões para R$ 104,9 bilhões nesse período. Mas enquanto o desenvolvimento interno cresceu 5,9% ao ano, a terceirização andou bem mais acelerada, ao ritmo de 10,5% ao ano. Como resultado, se em 2010 a TI in house chegou a representar 48,6%, em 2017 foi somente 41,2%. No caminho inverso, a terceirização de serviços passou de 51,4% para 58,8%, com receita anual superior a R$ 61 bilhões.

“No período de 2010 a 2017, Serviços TIC tiveram um avanço de 14,4%, enquanto TI In House recuou 15,3%. A produção de Serviços, Nuvem, BPO e TI In House cresceu, em conjunto, 8,4% a.a. E a lei da terceirização trará maior segurança jurídica para a continuidade do avanço do mercado de Outsourcing”, avalia a Brasscom.

Ao analisar o desempenho do setor ao longo desta década, a entidade mostra que o crescimento foi a regra, e que apesar do baque em 2016, único ano em que avançou menos que a economia como um todo, no ano seguindo já houve alta mais forte, de até 9,9% considerado o mercado de TIC e de TI in house, que atingiu R$ 239 bilhões em2017.

“O setor TIC cresceu nominalmente acima do PIB a partir de 2012 e até 2015. Em 2016, o desempenho do setor mostra-se inferior, em função da retração dos mercados dos provedores de Software (-5,9%) e Hardware (-5,6%). 

Em 2017, o setor de TIC voltou a crescer nominalmente acima do PIB, recuperando o seu desempenho e voltando a crescer a quase dois dígitos.” Segundo a Brasscom, o desempenho foi especialmente puxado pelo crescimento dos provedores (11,6%), do software (3,1%), hardware (16,7%), serviços e nuvem (8,7%) e BPO (36,9%).


Cloud Computing
Vivo muda estratégia e avança no ambiente multicloud

Operadora, que até então atuava exclusivamente com a Huawei, firmou contrato com os principais players da nuvem pública: Azzure, da Microsoft e AWS. Acerto com o Google Cloud também já está em negociação.

#apoieojornalismoespecializado é prorrogada até 31 de julho

Campanha foi estendida como agradecimento aos apoiadores da iniciativa que são: ABERT, ABES, Abranet, Abratel, Abrint, ABTA, Algar, Assespro, Associação Neo,Brasscom, Brisanet, Cisco, Claro, Commscope, CPQD, Embratel Claro, Ericsson, Feninfra, Fitec, Futurecom 2020, Highline, Huawei, Infobip, Intel, Kryptus, Mercado Livre, mobi2buy, PadTec, Positivo Tecnologia, NIC.br, Oi, RNP, SAS, SindiTelebrasil, Stefanini, Surf Telecom, Sky, Take, TelComp, TIM ,  Vero Internet, Viasat, Vivo e WDC Networks.  A #apoieojornalismoespecializado une os veiculos - Convergência Digital, Mobile Time, Tele.Síntese, Teletime e TI Inside. Participe. Venha fazer parte do time que apoia o jornalismo especializado.

Stone que ir além das 'máquininhas', mas demite 1.300 para enfrentar crise do Covid-19

Empresa de meio de pagamentos quer investir em serviços financeiros e em ferramentas de vendas online. Em abril, a companhia, em parceria com o Grupo Globo, lançou a TON, voltada para trabalhadores autonômos.

Covid-19 fez produção da indústria eletroeletrônica recuar 9,1% em março

Abinee adverte que no mês de abril haverá uma nova queda, provavelmente ainda mais aguda, por conta das medidas de isolamento social.

#apoieojornalismoespecializado

Ação inédita une o Convergência Digital, o Mobile Time, o Tele.síntese, o Teletime e a TI Inside para uma campanha integrada para chamar a atenção para a relevância e o papel do jornalismo especializado setorial. O movimento é para financiar os esforços jornalísticos durante esse período de pandemia de Covid-19. Saiba quais são as empresas que já aderiram à nossa iniciativa e estão ajudando o jornalismo especializado.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G