INTERNET

TSE não age e WhatsApp notifica empresas por spam ilegal pró-Bolsonaro

Convergência Digital ... 19/10/2018 ... Convergência Digital

O WhatsApp decidiu nesta sexta-feira, 19/10, notificar agências que oferecem esse tipo de serviço.  A ação acontece depois de uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo revelar que empresas estão pagando pacotes de até R$ 12 milhões para a disseminação em massa de mensagens contra o Partido dos Trabalhadores para beneficiar o candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro,

Segundo o aplicativo de mensagens, foram enviadas notificações extrajudiciais para as agências Quickmobile, Yacows, Croc services e SMS Market determinando que parem de fazer envio de mensagens em massa e de utilizar números de celulares obtidos pela internet, que as empresas usavam para aumentar o alcance dos grupos na rede social.

O Whatsapp também baniu as contas associadas a essas agências. Pelo Twitter, o senador eleito Flávio Bolsonaro, filho do candidato do PSL, afirmou que sua conta no aplicativo foi “banido do nada”. A empresa respondeu que a medida foi anterior à reportagem e foi causada por “comportamento de spam”.

Embora o assunto envolva a disseminação de informações falsas sobre o PT e o candidato Fernando Haddad, adversário de Bolsonaro na corrida presidencial, o Tribunal Superior Eleitoral, que fez alarde ao criar uma força-tarefa contra ‘fake news’, até agora não se pronunciou sobre o assunto. O TSE marcou, porém, uma entrevista coletiva para o domingo, 21/10.

Há pelo menos três ações já em curso, do PT e do PSOL, motivadas a partir da denúncia da Folha de S. Paulo. Pela legislação eleitoral em vigor, está proibido o financiamento eleitoral por pessoas jurídicas e o impulsionamento de conteúdo em redes sociais. Por isso, a compra do disparo de mensagens é comparado ao uso de Caixa 2 em prol da campanha de Jair Bolsonaro.

Em setembro, o TSE multou o empresário Luciano Hang em R$ 10 mil por contratação de patrocínio citando favoravelmente a Jair Bolsonaro. Ele é dono das lojas Havan e também já foi notificado por suposta pressão aos funcionários para que votem no candidato do PSL sob risco de demissão. Segundo a Folha, a Havan é uma das empresas que contrata o disparo via Whatsapp.

Enquanto o PT de Fernando Haddad pede que Bolsonaro perca os direitos políticos por crime eleitoral, o deputado federal e capitão reformado alega ter conhecimento de que a prática é ilegal, mas sustenta que não tem controle sobre as ações de empresários simpáticos à sua candidatura.


Revista Abranet 31 . maio-julho 2020
Veja a Revista Abranet nº 31
A pandemia da Covid-19 fez a rotina mudar num piscar de olhos. E coube à internet mostrar a sua força. O aumento significativo do tráfego de dados por conta do teletrabalho e do isolamento social foi uma realidade assustadora. Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

No Brasil, 47% indicam comprar mais pela internet após Covid-19

Pesquisa da Salesforce também indica que os brasileiros são quase duas vezes mais propensos a fazer compras por meio de redes sociais que em outros países.

Ministério Público defende rastreamento de mensagens no PL das Fake News

Para a Câmara Criminal do Ministério Público Federal, a previsão deve ser mantida porque "mostra-se útil para a investigação de diversos ilícitos". 

Fake News: Sai versão em português de chatbot gratuito de verificação para o WhatsApp

Pelo chatbot da International Fact-Checking Network, usuários do OTT podem verificar se informações específicas que receberam sobre a COVID-19 já foram classificadas como "falsas", "parcialmente falsas", "enganosas" ou "sem evidência" por verificadores profissionais.

Comércio pela internet dispara e movimenta 12% das vendas no Brasil

Segundo pesquisa da Camara-e.net e da Compre & Confie, vendas em junho foram 110% superiores há um ano. Alta no semestre beira os 60%. 

Slack acusa Microsoft de impor o Teams vinculado ao Office

OTT alega que a empresa norte-americana está vinculando o Teams ao Office para forçar a aceitação do produto, que disputa espaço com o Slack e com o Zoom nessa era de pandemia.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G