Convergência Digital - Home

Investimentos em inteligência artificial disparam em todo o mundo

Convergência Digital
Convergência Digital - 11/03/2019

Os gastos globais com sistemas de inteligência artificial devem alcançar US$ 35,8 bilhões em 2019, equivalente a R$ 140 bilhões, o que representa um aumento de 44% sobre os investimentos realizados em 2018. Se os números sugerem que as indústrias passaram a investir agressivamente em capacidades de IA, a previsão da consultoria IDC é de que eles vão mais do que dobrar até 2022, para US$ 79,2 bilhões, ou mais de R$ 300 bilhões.

Segundo a IDC, a liderança dos investimentos em inteligência artificial está na indústria de varejo, com aportes esperados de US$ 5,9 bilhões (R$ 23 bi) este ano em soluções de automação de atendimento aos clientes, consultas de compras e recomendações de produtos.

Em seguida aparecem os bancos, com investimentos previstos de US$ 5,6 bilhões (R$ 21 bi), especialmente em soluções automatizadas para combate a ameaças,  prevenção de fraudes e sistemas de investigações. Indústria e provedores de saúde completam a lista da IDC dos segmentos que mais apostam na inteligência artificial neste momento. Juntas, devem verificar o mais rápido crescimento dos aportes em IA, com alta anual superior a 44%. 

“Hoje podemos ver no mundo inteiro aportes significativos em sistemas de inteligência artificial em todas as industrias enquanto as iniciativas em IA continuam a otimizar operações, transformam a experiência dos clientes e criam novos produtos e serviços. Isso fica evidenciado nos usos em automação de processos, assistentes de compras e pesquisas farmacêuticas, que superam os 38% de crescimento composto em cinco anos”, aponta a IDC.

Os maiores investimentos este ano estão exatamente nos casos de uso de atendimento automatizado a consumidores (US$ 4,5 bilhões/R$ 17 bi), recomendação de compras (US$ 2,7 bilhões/R$ 10 bi) e prevenção automática de sistemas (US$ 2,7 bilhões/R$ 10 bi). Também investirão mais de US$ 2 bilhões em 2019 segmentos de prevenção e manutenção automatizada, sistemas de tratamento e diagnose, analises de fraudes e sistemas de recomendação.



Destaques
Destaques

Brasil fica nas últimas posições em ranking mundial de uso de Big Data e Analytics

Brasil fica na posição 60º em 63º no uso das novas tecnologias da economia digital do Ranking de Competitividade Mundial 2019, produzido pela escola suiça IMD, com parceria no País, com a Fundação Dom Cabral. Em competitividade, País segue nas últimas posições.

Startup catarinense usa big data para combater desperdício de água potável

Startup catarinense, AcquaLogic, desenvolveu solução para tratar os dados de empresas de saneamento para evitar o desperdício. Em 2016, o Brasil jogou no lixo 38% da água consumível, segundo dados do Instituto Trata Água. Startup, agora, quer unir big data à Internet das Coisas.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site