TELECOM

Operadoras competitivas precisam ganhar dinheiro ao fim do dia

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos ... 19/11/2018 ... Convergência Digital

As operadoras competitivas precisam ganhar dinheiro ao fim do dia e para que isso aconteça, a Anatel precisa cuidar de temas como direito de passagem, linhas de créditos à construção de infraestrutura e, especialmente, fomentar o compartilhamento de redes.

"Avançamos com todas as dificuldades. O Brasil está ampliando redes de fibra óptica, mas o custo de direito de passagem é absurdo. Em São Paulo, fica em R$ 40 mil nas rodovias", lamenta o executivo da CenturyLink e Presidente do Conselho da TelComp, Luiz Henrique Barbosa da Silva.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o XI Seminário TelComp, realizado no dia 13 de novembro, em São Paulo, o executivo observou que Telecomunicações fomenta o desenvolvimento de todos os setores da economia e precisa ser olhado com atenção pelo Governo.

Para Da Silva, o momento é de mudar o ambiente regulatório e renovar o modelo. "Se não tiver Telecom, não há indústria 4.0. O Brasil ficará fora do jogo mundial da economia digital", sustenta. Assistam a entrevista com o presidente do Conselho da TelComp, Luiz Henrique  Barbosa da Silva.


Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Rede da Oi registra tráfego de 4,27 terabytes na etapa mundial do circuito de surfe

O volume registrado equivale a 1.099.606 fotos de alta resolução, montante 20% maior que o número transmitido no ano passado, de 909.042 fotos (3,53 Terabytes).Evento aconteceu em Saquarema, no Rio de Janeiro.

Oi se posiciona como prestadora de serviços de TI

Tele estruturou serviços como segurança cibernética, big data e gestão integrada. "Entender as dores e as necessidades do cliente é uma obrigação", afirma Rodrigo Shimizu, diretor de Marketing do Corporativo da Oi.

Embratel: transformação digital exige experimentar e errar

O cliente é e centro da jornada digital que a operadora faz há sete anos, conta o CEO, José Formoso.

"Estamos comprometidos com o futuro do Brasil", diz CEO da Telefónica

Em reunião geral dos acionistas, realizada em Madrid, o presidente do conselho e CEO da Telefónica José María Álvarez-Pallete, afirmou que o Brasil é um dos países que mais vai crescer no mundo com a revolução digital.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G