INOVAÇÃO

Google cria desafio e tem US$ 25 milhões para investir em Inteligência Artificial

Convergência Digital ... 17/01/2019 ... Convergência Digital

O Google realiza mais uma edição do Desafio de Impacto em Inteligência Artificial. O programa dividirá um fundo de US$ 25 milhões entre as melhores soluções para áreas como ciência ambiental, saúde e conservação de espécies. Mas é preciso ficar atento: faltam apenas 7 dias para o fim das inscrições, em 22 de janeiro.

De acordo com uma pesquisa feita em parceria com a empresa McKinsey, os projetos de IA têm o potencial para melhorar todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. E é isso que o Desafio busca: projetos desenvolvidos por organizações sem fins lucrativos, empreendedores sociais e pesquisadores que usem a IA para o bem social e que tenham capacidade de oferecer ideias e avanços em muitas frentes como pobreza, oportunidade econômica, educação, resposta a crises, meio ambiente, entre outras.

Assim que terminar o prazo de inscrições, em 22 de Janeiro, começaremos o trabalho árduo de avaliação dos projetos recebidos e o nosso painel internacional de especialistas decidirá quais propostas irão participar do programa. O Google investirá um total de US$ 25 milhões em bolsas concedidas, além de outros recursos.

Os projetos serão avaliados a partir de critérios como o impacto da tecnologia, a aplicabilidade da ideia, o quanto ela consegue escalar para grandes projetos e outros empreendimentos, e se a proposta segue os princípios do Google a respeito de IA.

O concurso está sendo organizado pelo Google.org, braço filantropo do Google. A empresa oferece gratuitamente ferramentas pela nuvem para participantes, e os ganhadores serão anunciados no Google I/O.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Arquitetura distribuída: uma tendência que vai chegar ao Brasil

Na China, conta Daniel Leung, chefe de Fintechs e Arquitetura na Forms Syntron, ao trocar a arquietura tradicional pela distribuída, um banco ficou apto a suportar até 100 milhões de contas correntes.

Adarsh Kumar, Capgemini: open banking é transformador, mas dados pertencem aos clientes

O open banking vai mudar o modelo de serviços bancários, afirma o CTO e líder de cibersegurança para a América Latina da Capgemini.

Thales Teixeira, da Harvard: disrupção digital vai muito além da tecnologia

"Unidades de negócios podem se tornar desnecessárias em empresas estabelecidas, e o CEO terá de tomar decisões relevantes", adverte o professor Thales Teixeira, da Harvard Business School.

Bradesco: Next não vai 'matar' o banco tradicional

O diretor-presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, garante que os dois modelos de negócio irão conviver, mas admite que as agências físicas vão mudar de perfil. Também revela que o Next mira um público mais jovem.

Brasileiro quer dar adeus às senhas com o uso maior da biometria

Sonho de consumo, revelado em estudo da IDEMIA, é de usar biometria para pagamentos online e para acessar ambientes dentro da própria casa. Brasil desponta em primeiro lugar no uso da biometria pela impressão digital, mas despenca posiçoes no uso do reconhecimento facial.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G