TELECOM

Anatel elimina sigilo das listas de bens reversíveis

Luís Osvaldo Grossmann ... 30/05/2012 ... Convergência Digital

No saudável espírito de maior transparência, a Anatel anunciou que as relações dos bens reversíveis em poder das concessionárias de telefonia não terão mais tratamento de documentos sigilosos. Não se trata de uma medida trivial, visto que ainda correm ações na Justiça com o objetivo de ter acesso a essas listas.

“Nós entendemos que após a Lei de Acesso à Informação, essas listas não são mais sigilosas”, afirmou o presidente da agência, João Rezende, durante audiência sobre problemas da telefonia realizada pela comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados.

Criticada por diversos parlamentares – entre 20 deputados que usaram a palavra, foram comuns adjetivos de “conivente”, “complacente” e mesmo “cúmplice” para descrever a relação da Anatel com as operadoras – a agência reagiu sustentando ter controle sobre os bens reversíveis.

“A Anatel tem a lista de todos os bens. Na minha gestão nenhuma empresa fez alienação sem autorização da agência. No caso da Oi, que colocou a venda, foi avisada que não poderia”, disse João Rezende, citando o movimento da operadora, que colocou 89 imóveis em leilão – pelo preço mínimo total de R$ 58 milhões – e acabou recuando após denúncia da jornalista Mariana Mazza, da Band.

Apesar da convicção do presidente da Anatel, a área técnica da agência identificou, com base em fiscalizações realizadas entre 2009 e 2010, diversas inconsistências nas listas de bens reversíveis apresentadas pelas concessionárias.

Por conta disso, em janeiro do ano passado a Anatel determinou que as concessionárias apresentassem novas listas, auditadas – inicialmente para serem apresentadas em seis meses, mas que tiveram prazo prorrogado por até dois anos em ato posterior do regulador.

Os evidentes problemas com os bens reversíveis motivaram, na sequência, pelo menos uma ação judicial, movida pela entidade de defesa do consumidor Proteste, cujo objetivo é justamente ter acesso às relações de bens. No caso, a agência negou o pedido alegando questões de “sigilo” das informações sensíveis.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Reforma tributária: integrantes do PSDB discordam sobre o teor

Ao participarem  do Painel Telebrasil 2019, em Brasília, o deputado Vitor Lippi (PSDB/SP) e o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB/RS), discordaram sobre o teor das reformas em discussão no Congresso.

TIM quer infraestrutura única para cidades com menos de 30 mil habitantes

Para o CTIO da operadora, Leonardo Capdeville, não faz sentido infraestruturas diferentes em localidades onde a receita é mais baixa. CEO da TIM, Pietro Labriola, fala em IoT como fonte nova de receita.

Anatel mantém pente fino na recuperação judicial da Oi

Agência vai manter o grupo de trabalho criado para acompanhar a operadora. Também quer receber dados financeiros, fluxo de caixa atual, receitas e custos e financiamentos, além de eventuais alienações. Prazo dado à Oi para passar as informações é de 60 dias.

Uma em cada cinco conexões à internet fixa acontece por fibra óptica

Em 12 meses, proporção dos acessos registrados pela Anatel que usam a tecnologia passou de 12% para 20% do total. Cabo detém outros 30%. O Brasil contabiliza 6,33 milhões de acessos em fibra óptica. ISPs mostram força e já representam 21% do market share.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G