GOVERNO » Compras Governamentais

Indústria quer regras mais duras em prol do conteúdo nacional

Ana Paula Lobo ... 13/11/2012 ... Convergência Digital

Um grupo de sete fabricantes, entre eles, a P&B Holding, grupo multinacional criado pela Comtac, para a fabricação local de fontes de alimentação, placas wi-fi e modems para Internet, inclusive 3G, com manufatura no Pólo de Ilhéus, na Bahia, foi ao ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação para reivindicar a ampliação da cota de obrigação do conteúdo nacional de 30% para 90%, em partes e peças.

"O governo está pensando grande com semicondutores, mas antes precisa consolidar a parte de gabinetes, fontes, placas. Esse ecossistema é crucial para a produção local de equipamentos de Informática e Telecom", afirma Luciano Lamoglia, diretor geral da P&B Holding, em entrevista ao Convergência Digital.

Produzir no Brasil não é tarefa simples, reconhece o executivo. A P&B Holding, por exemplo, recém-investiu US$ 5 milhões para montar uma fábrica no Pólo de Ilhéus, para a produção de fontes, placas wi-fi e modems para banda larga. A escolha do Pólo de Ilhéus - em detrimento de Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais, sede da Comtac, está ligada a uma questão crucial, hoje, no Brasil: demanda de mão de obra especializada.

"O Pólo de Ilhéus viveu um momento delicado em 2008 (quando houve uma batida da Polícia Federal e várias empresas foram fechadas por improbidade administrativa). É um local que precisa ser mais bem trabalhado, mas tem profissionais para trabalhar. A nossa produção não é automatizada. Ela precisa do funcionário especializado. Em Santa Rita, como há uma procura grande de empresas, a disputa pela mão de obra é muito maior e o custo aumenta", explica Lamoglia.

A fábrica da Comtac tem capacidade inicial para produzir 200 mil peças ao mês – 100 mil fontes de laptops e 100 mil placas WiFi – fruto de outra parceria internacional firmada em 2012. Já a manufatura dos modems - para acesso à Internet, entre eles, o modem 3G e para o IPTV - está prevista para o começo de 2013.

Questionado sobre a legislação - que prevê incentivo para conversores, os setup-boxes, em Manaus - Lamoglia diz que a convergência determina uma mudança na regra. "Não dá para fugir da evolução da tecnologia. Não se pode também beneficiar uma região do país, em detrimento de outras", sustenta.

Com relação à reforma tributária - há um impasse com relação à concessão do benefício fiscal do ICMS na guerra travada entre Amazonas e São Paulo no Supremo Tribunal federal, que irá repercutir em todos os outros Estados - Lamoglia diz que a unificação dos benefícios é uma boa alternativa ( o governo sugere uma alíquota de 4%, mas o Congreso Nacional precisa aprovar).

Mas sustenta que a política industrial do governo deveria ter um 'olhar mais atento' para as regiões Norte e Nordeste, que precisam de empregos mais qualificados. "Ilhéus precisa ter um olhar diferenciado. É numa região onde há forte necessidade de emprego", insiste.

Para consolidar os negócios, a P$B holding criou operações em Hong Kong e Shenzhen, na China. Para Alex Pichler, sócio da companhia, a criação das operações na China foi essencial para garantir o crescimento do grupo, pois a competição do mercado global é baseada nas grandes cadeias de fornecimento; não apenas nos diferenciais de produto. “Não basta mais se ter qualidade e design diferenciado, os produtos têm de estar disponíveis aos consumidores no momento certo. Caso contrário, quebra-se o ciclo natural da demanda".


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Pontes: Corte de 42% no orçamento deixa MCTIC 'com a corda no pescoço’

“Ao longo dos anos o ministério veio perdendo prestigio e o orçamento veio caindo. Precisamos de muito apoio para melhorar o orçamento para o ano que vem, porque  o deste ano já está feito”, afirmou o ministro Marcos Pontes.

Receita Federal decide cobrar IPI das impressoras 3D

Para o Fisco, a atividade de impressão em 3D caracteriza-se como uma operação de industrialização na modalidade de transformação.

"Espero que dinheiro da base de Alcântara não vire outro FUST", diz Marcos Pontes

Segundo explicou no Senado Federal, o acordo é uma autorização dos Estados Unidos para lançamentos de foguetes na base brasileira. Mas não há ainda definição de quem vai ficar com os recursos da operação comercial da base.

Félix Mendonça Junior (PDT-BA) é o novo presidente da CCT da Câmara

Parlamentar que dar atenção especial  para a discussão da chegada do 5G no Brasil e também nas novas tecnologias, entre elas, o reconhecimento facial.

Ministério da Economia vai concentrar pagamentos ao Serpro por base do CPF

Órgãos públicos têm 12 meses para estarem todos ligados à plataforma de interoperabilidade dos dados federais, ConectaGov. Contratos com Serpro serão firmados e assumidos pela Secretaria de Governo Digital, revela ao Convergência Digital, o secretário Luis Felipe Salin Monteiro.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G