TELECOM

Copa 2014: Oi fecha contrato com Arena Castelão até 2018

Da redação ... 23/11/2012 ... Convergência Digital

A Oi vai fornecer serviços de TI e Telecom para a Arena Castelão, que está com 95% das obras executadas, e será um dos campos-sede da Copa das Confederações e da Copa 2014. O acerto com o consórcio Arena Castelão, formado pelas empresas Galvão Engenharia e Andrade Mendonça, tem validade até 2018, mas o valor do contrato não foi revelado pelas partes.

Ao contrário do que o mercado veicula, no caso da Arena Castelão, as principais teles entraram com propostas individuais - e não por meio de um consórcio, que teria sido fechado para facilitar as ações de telecomunicações pelas empresas Oi, Telefônica/Vivo, TIM e Claro.

Pelo edital, a Oi será responsável pelo fornecimento, instalação, automação, manutenção, conservação, atualização, modernização e suporte à operação de circuito fechado de TV, sonorização, sinalização digital, controle de acesso, LAN, WLAN (redes locais cabeada e via wi-fi), telefonia e automação da Arena, que tem capacidade total para mais de 60 mil espectadores.

Serão mais de 350 telefones IP, 2000 pontos de acesso à rede LAN, 240 câmeras, 560 alto falantes e a gestão dos sistemas de alarme, incêndio e elétrico. Este é o primeiro contrato oficial firmado entre uma operadora de Telecom e um consórcio responsável pelo estádio dos megaeventos esportivos.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Abranet: Revisão do marco de telecom tem que abrir espaço para voz no SCM

Entidade diz que a revisão do marco legal de telecom exige uma avaliação do mercado de telefonia no Brasil, com ajustes regulatórios capazes de abrir o segmento aos prestadores de SCM, com recursos de numeração e sistemas de áreas de tarifação nos moldes da telefonia celular.

O B2B será a 'aplicação matadora' do começo do 5G

Operadoras assumem os testes e o desenvolvimento de aplicações direcionadas ao mercado coroporativo, mesmo com a visão da ampliação de velocidade da banda larga associada à nova tecnologia móvel. Fibra ótica ganha lugar estratégico na disputa por um lugar no segmento.

Anatel vai licitar posições de satélite, mas muda termos para atender Claro e Hispamar

Proposta de leilão de 15 posições orbitais entrará em consulta pública por 20 dias. Mas como aumentou o prazo das atuais licenças dessas empresas, foi preciso alterar o edital. 

Orquestração de rede 5G é prioridade da Ciena

Fabricante descarta uma produção local no curto prazo, mas se surgirem oportunidades, a avaliação será feita, conta o gerente geral da Ciena no Brasil, Fernando Capella.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G