TELECOM

Oi assume calote, mas revê acordo e garante fusão com a Portugal Telecom

Ana Paula Lobo* ... 16/07/2014 ... Convergência Digital

A Oi informou em fato relevante nesta quarta-feira, 16/07, o vencimento de 847 milhões de euros de dívida emitida pela Rioforte – holding não financeira do grupo português Espírito Santo – , sem que a empresa tenha feito o pagamento dos títulos. Os papéis foram objeto de aplicações financeiras da Portugal Telecom (PT) e foram contribuídos no aumento do capital da brasileira em maio, sendo detidos atualmente por subsidiárias da Oi.

O não pagamento pela Rioforte, holding que detém alguns dos maiores ativos da família, dos 847 milhões de euros (1,15 bilhão de dólares) em notas promissórias compradas pela Portugal Telecom fará a empresa de telecomunicações deter fatia de 25,6 por cento na companhia resultante da união com a Oi, ao invés dos 37 por cento originalmente acertados.

Embora a revisão seja um revés para a Portugal Telecom, a reformulação do acordo tranquilizou os investidores de que a fusão, concebida para criar uma gigante de telecomunicações com 100 milhões de assinantes e 19 bilhões de dólares em receita anual, seguirá em frente. O acerto firmado entre as partes estabelece um período de sete dias úteis para que a Rioforte efetue o pagamento – cujo vencimento oficial ocorreu nesta terça-feira, 15/07.

No próximo dia 17, acontecerá o vencimento de uma parcela adicional de 50 milhões de euros de dívidas da Rioforte, também sujeitas ao mesmo período de cura. Como consequência, a Oi e a Portugal Telecom firmaram memorando de entendimentos para fixar bases de um acordo com relação às aplicações financeiras não pagas até o momento.

"Nesta data, ocorreu o vencimento do montante de 847 milhões de euros de dívidas de emissão da Rioforte Investments, objeto de aplicações financeiras realizadas pela Portugal Telecom que foram contribuídas no aumento de capital da Oi no dia 5 de maio e são hoje detidas pelas subsidiárias da Oi, Portugal Telecom e Portugal Telecom International Finance, sem que a Rioforte tenha liquidado suas obrigações", lembrou a Oi.

No acordo, a Portugal Telecom entregará ações do capital da Oi para a própria companhia e receberá em troca os títulos de dívida da Rioforte. Serão 474,3 milhões de ações ordinárias e 948,7 milhões de preferenciais, que co rrespondem a 16,6% do capital votante e 16,6% do total da Oi. A quantidade de ações foi acordada de forma que será equivalente ao valor de face dos títulos, ou seja, 847 milhões de euros.

A permuta e a celebração de contratos definitivos vão depender da aprovação em assembleia geral de acionistas da Portugal Telecom, em reunião da Telemar Participações (CorpCo) e do conselho de administração da Oi. Por se tratar de uma operação com ações em tesouraria, a implementação da permuta depende de aprovação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para sua realização.

Reação do mercado

As ações preferenciais da Oi lideraram o Ibovespa nesta quarta-feira, com valorização de 12,82%, cotadas a R$ 1,76, após a empresa anunciar um acordo com a Portugal Telecom que evita perdas para a brasileira e garante a fusão entre as duas companhias. Na máxima, as ações chegaram a avançar 18,5%.

O volume de R$ 246,2 milhões alcançado pelas ações preferenciais foi mais de duas vezes superior à média de R$ 77,9 milhões registrada no acumulado deste ano.
Os papéis ordinários encerraram as negociações com alta de 11,73%, a R$ 1,81. O volume foi de R$ 31,9 milhões.


Com informações do Valor Econômico e da agência Reuters e fato relevante da CVM


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Força-tarefa da Anatel interrompe 25 emissoras clandestinas em São Paulo

Operação estava interferindo no controle de tráfego aéreo do aeroporto de Guarulhos. Também foram desmantelados 20 pontos onde a energia elétrica que alimentava os equipamentos de transmissão era furtada, com apreensão de cerca de uma tonelada de cabos de energia, em conjunto com a distribuidora local.

Prazo para questionar serviço não contratado de telefonia é dez anos

Superior Tribunal de Justiça entendeu que se aplica o artigo 205 do Código Civil. Seguindo o voto do relator, ministro Og Fernandes, a Corte aplicou ao caso o entendimento que resultou na Súmula 412 para as tarifas de água e esgoto.

Juiz manda CVM investigar compra e venda de ações da Oi

O juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, afirma na ordem encaminhada à Autarquia Federal que é 'preciso que se tentha conhecimento de toda e qualquer forma de capitação especulativa".

Procon-SP multa Sky em R$ 2,9 milhões por publicidade enganosa

De acordo com o órgão de defesa do consumidor, a operadora também efetuou cobranças de taxas de licenciamento do software, segurança de acesso e de locação de ponto adicional que são ações proíbidas pela Anatel.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G