TELECOM

Amos Genish, da GVT, vai assumir o comando da Vivo/Telefônica no Brasil

Ana Paula Lobo* ... 25/03/2015 ... Convergência Digital

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários nesta quarta-feira, 25/03, a Telefônica Brasil, que recebeu a aprovação do CADE e da Anatel para concluir a aquisição da GVT, um negócio estimado em R$ 22 bilhões, promove uma mudança na sua estrutura para preparar a incorporação da nova empresa.

 


Antonio Carlos Valente, que estava à frente do comando da Vivo desde o início das operações da companhia, irá para a presidência do Conselho de Administração. De acordo com a empresa, no futuro próximo, Valente também assumirá novas responsabilidades como representante do Grupo Telefónica na América Latina. Paulo Cesar Teixeira, que também está na Vivo desde o início das operações, e era o CEO, deixa a companhia.

Empresa diz que fará um convite para Amos Genish, fundador da GVT, para ficar à frente dos negócios, a partir do primeiro trimestre, quando as operações GVT/Vivo vão começar a se integrar oficialmente. Com mais de 100 milhões de acessos, a nova Telefônica Brasil será a número 1 do mercado em quantidade de clientes e receitas.

Leia abaixo o comunicado oficial da Telefônica sobre as mudanças no Brasil:

A Telefônica Brasil S.A. ("Companhia") vem a público, na forma e para os fins da Instrução CVM nº 358/02, informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que, em reunião realizada nesta data, o Conselho de Administração deliberou a eleição do Sr. Alberto Manuel Horcajo Aguirre, atual Diretor de Finanças, Recursos Corporativos e de Relações com Investidores da Companhia para os cargos de Diretor Presidente e Diretor Geral e Executivo, em substituição, respectivamente, ao Sr. Antonio Carlos Valente da Silva e ao Sr. Paulo Cesar Pereira Teixeira, cumulativamente ao atual cargo por ele ocupado, agregando tais funções pelo prazo remanescente do mandato dos substituídos ou até que o Conselho de Administração delibere pela eleição de novos diretores.

Ainda, informamos que o Sr. Paulo Cesar Pereira Teixeira deixou também o cargo de membro do Conselho de Administração da Companhia. A Companhia agradece a relevante contribuição do Sr. Paulo Cesar Pereira Teixeira, desejando contínuo sucesso em seus novos desafios. O Sr. Antonio Carlos Valente da Silva permanecerá no cargo de Presidente do Conselho de Administração da Companhia, ficando consignado o agradecimento pela sua relevante contribuição enquanto no exercício de suas funções como executivo da Companhia.

Ainda, informa que nesta data a controladora da Companhia, Telefónica S.A., divulgou uma nota mencionando que proporá ao Conselho de Administração da Companhia a nomeação do Sr. Amos Genish, atual CEO da GVT, para ocupar a presidência da Telefônica Brasil após a efetivação da aquisição da GVT, o que deverá ocorrer ao longo do primeiro semestre deste ano.

São Paulo, 25 de março de 2015.
Alberto Manuel Horcajo Aguirre
Diretor de Relações com Investidores
Telefônica Brasil - Relações com Investidores
Tel: +55 11 3430-3687
Email: ir.br@telefonica.com
Informações disponíveis: www.telefonica.com.br/ri

*Com informações da CVM


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Anatel vai licitar posições de satélite, mas muda termos para atender Claro e Hispamar

Proposta de leilão de 15 posições orbitais entrará em consulta pública por 20 dias. Mas como aumentou o prazo das atuais licenças dessas empresas, foi preciso alterar o edital. 

Orquestração de rede 5G é prioridade da Ciena

Fabricante descarta uma produção local no curto prazo, mas se surgirem oportunidades, a avaliação será feita, conta o gerente geral da Ciena no Brasil, Fernando Capella.

American Tower: "Seguimos olhando todo ativo compartilhável"

O CEO da companhia, Flavio Cardoso, diz que o investimento redundante em fibra óptica por conta do 5G não é eficiente e que é preciso pensar na economia comparitlhada. "Nós queremos ser os gestores desses ativos para evitar conflitos como o do uso dos postes nas grandes cidades."

Vivo investe em franquia para expandir rede de fibra ótica no Brasil

A estratégia envolve uma parceria com a gestora de infraestrutura American Tower e também um modelo de franquias sob a marca Terra, voltado para empresas de Internet. Vivo quer somar 1 milhão de domicílios cobertos com fibra pelos franqueados até 2021.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G