Home - Convergência Digital

Sebrae faz app para quem precisa de aplicativo

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 13/04/2015

O Brasil tem hoje quase 5 milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs). Mas, de acordo com o Sebrae, metade deles é inadimplente. Não por falta de recursos, mas de informações sobre quanto e quando pagar. É para resolver essa situação que a associação, em parceria com o Buscapé, lançou o aplicativo Qipu. A ferramenta ajuda a controlar pelo celular ou pela versão web as obrigações das microempresas, mandando alertas sobre contribuições fiscais, arrecadação do microempreendedor ou os benefícios a que ele tem direito.

O aplicativo, por exemplo, tem lembretes inteligentes para os que perdem a data de pagamento do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional); tem um sistema de controle financeiro, que vincula as receitas e gastos com a declaração anual; e permite registrar e emitir notas fiscais e recibos pelo celular. Essa formalização é importante não só para o governo, mas para os próprios microempreendedores. Ao não contribuir, eles ficam sem receber mais para frente. "A maioria dos MEIs não sabe muito dos benefícios a que tem direito", diz Romero Rodrigues, fundador do Buscapé.

O app registra quantos meses de contribuição faltam para que um certo benefício seja recebido. O microempreendedor também pode ler mais sobre cada um de seus direitos, por meio de uma conexão entre o Qipu e o portal do Sebrae. Os usuários do aplicativo são um "público que, durante anos e anos, viveu na informalidade e que precisa de estímulos na direção da formalização", conta Luiz Barretto, presidente do Sebrae Nacional.

O app pretende "trazer esses empreendedores para o mundo digital", usando as ferramentas desse mundo no cotidiano dos negócios, e não apenas para relacionamentos. O Qipu propõe não apenas acabar com a inadimplência, mas também permitir que os microempreendedores tenham condições de gerir seu negócio, algo fundamental em um contexto de dificuldade econômica, avalia o presidente do Sebrae. O aplicativo é gratuito e está disponível para Android, iOS e Windows Phone, além da versão web.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/05/2019
Suprema Corte dos EUA processa Apple por monopólio na App Store

10/05/2019
Aplicativo da Previdência Social terá novos serviços

09/05/2019
Para STF, restrições e proibições a apps de transporte são inconstitucionais

26/04/2019
Uber teve prejuízo de 1 bilhão de dólares no primeiro trimestre

12/04/2019
Uber diz ter 91 milhões de usuários no mundo

04/04/2019
Empresas recorrem ao STF contra "uber dos ônibus"

07/02/2019
Anatel terá app para comparação de preços, mas ele só fica pronto em 2020

30/01/2019
Bradesco viabiliza aluguel de carro pelo aplicativo

24/01/2019
Easy Taxi e Cabify unem operações para brigar com Uber e 99

23/01/2019
Telegram ignora Fake News e aumenta número máximo de pessoas em grupo

Destaques
Destaques

5G exige muito espectro para entregar tudo que se espera da tecnologia

Anatel, indústria e teles sustentam que a nova onda tecnológica só vai atender as demandas esperadas se tiver frequência suficiente para melhorar os serviços.

No Brasil, 60% dos celulares já são 4G

Planos pós-pagos, incluindo os tipo 'controle', continuam ganhando terreno e terminaram o mês de abril como modelo de pagamento de 45% dos acessos móveis em serviço.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site