SEGURANÇA

Globalweb Corp. avança em criptografia com solução 100% nacional

Ana Paula Lobo e Roberta Prescott ... 16/04/2015 ... Convergência Digital

Manter o sigilo dos dados corporativos é missão estratégica para as companhias e a criptografia é a última fronteira da segurança, destaca o diretor comercial da Globalweb Corp., Marco Antônio Zanini. A empresa criou uma solução 100% nacional, homologada no ITI Brasil, para atuar no segmento. "A Era Snowden determinou esse novo modelo. Nós tivemos a nossa solução homologada pelo ITI para assegurar que ela está dentro dos padrões de segurança desejados", acrescentou.

Em entrevista à CDTV do Portal Convergência Digital, Zanini observa que a criptografia é, sim, uma questão de soberania nacional e deve ser tratada como solução de estratégia de defesa. E a computação em nuvem ganha um papel relevante nesse desenho de proteção. "Hoje quem tem a gestão do negócio - e o responsável pela TI está nesse time - sabe que é preciso cuidar do maior valor da empresa: o dado", destaca.

Mas o executivo da Globalweb Corp. admite que o mercado nacional ainda passa por um processo de evangelização. "Precisamos mostrar que o vazamento de informações provoca consequências ruins ao negócio", pontua. Em tempos de exposição nas redes sociais, o consumidor  também está na mira da companhia. "A criptografia será para todos e a nossa solução está preparada também para o usuário final", complementa. Assista a entrevista de Marco Antonio Zanini, diretor comercial da Globalweb Corp.

Segurança como serviço

A solução lançada pela Globalweb Corp oferece segurança, integridade e autenticidade a e-mails, arquivos e pastas dos colaboradores. Utilizando o hardware DINAMO, servidor de criptografia homologado pela ICP Brasil, o Safe 365 permite a troca de informações com 100% de sigilo, ou seja, com a garantia de que nenhuma pessoa sem autorização – de dentro ou de fora da empresa – possa ler o conteúdo.

O produto conta com três camadas de segurança, que podem ser contratadas em conjunto ou separadamente. Confira abaixo as especificações de cada uma:

·Safemail - Garante que os e-mails sejam lidos apenas pelos destinatários da mensagem. Nem mesmo o administrador da rede e do Exchange Server têm acesso ao conteúdo.

·Safedata - Oferece total segurança às informações armazenadas em servidores locais, incluindo arquivos em Word, fotos e vídeos. Os dados são visualizados apenas pelas pessoas autorizadas previamente pelo dono do arquivo.

·Safelogon - Para acessar a rede da corporação, o usuário deve inserir, além de usuário e senha, o código fornecido através de celular, crachá ou tokens de mercado. Dessa forma, assegura-se que apenas os usuários autorizados entrem no sistema e visualizem os arquivos corporativos.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Microsoft alerta para risco de novo ataque como WannaCry

“A vunerabilidade é ‘wormable’, o que significa que qualquer futuro malware que a explore pode propagar de um computador para outro de forma similar ao que vimos em 2017”, explica o diretor de resposta a incidentes da MS, Simon Pope.

Unisys: Transformação digital amplia papel da cibersegurança

Ao abrir o acesso por multicanais e dar maior transparência aos seus serviços, por conta da jornada digital, governo e empresas reforçam a preocupação com o compliance, observa o vice-presidente de Tecnologia da Unisys na América Latina, Marcel Valverde. Sobre a Lei de Dados Pessoais, o executivo é taxativo: "Vai exigir um grande esforço de adequação".

Dados Pessoais: Empresas abrem mão da análise de risco e erram feio na estratégia

Ataques malware explodem e País ganha destaque global como hospedeiro para ataques botnets, revela o diretor geral da SonicWaal do Brasil, Arley Brogiato.

Segurança da Informação segue muito baixa nos órgãos do Governo

O coordenador geral de contratações de TICs do ministério da Economia, Silvio Lima, admite que é preciso acelerar a capacitação das equipes. "O governo digital vai aumentar exponencialmente a base de dados nas nossas mãos". Consequência da baixa maturidade foi a decisão de não comprar por serviço na área.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G