Home - Convergência Digital

Crise aumenta rotatividade nas empresas de TI

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann* - 22/04/2015

O censo anual do mercado de tecnologia da informação, promovido pela Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro Nacional), indica que a rotatividade no mercado de trabalho do setor é maior no Brasil que a média da América Latina.

De acordo com o censo de 2014, em média, cada empresa brasileira de TI contratou 33 e demitiu 31 profissionais ao longo do ano. Na média com outros 18 países da região, cada empresa contratou 30 e demitiu 21 funcionários ao longo do ano passado.

“A crise econômica e até mesmo a escassez de mão de obra qualificada explicam essa alta rotatividade e a dificuldade das empresas brasileiras em segurarem os funcionários”, diz o presidente da Assespro Nacional, Jeovani Salomão.

É que os dados indicam que esse cenário ficou mais forte em 2014. No censo de 2013, em média cada empresa de TI no Brasil contratou 39 profissionais, enquanto registrou 29 desligamentos.

Ainda de acordo com o censo de 2014, 62,2% dos empresários entrevistados empregaram, no máximo, oito profissionais. Já 58,7% das companhias registraram até oito desligamentos voluntários e 52,3% demitiram o mesmo número de pessoas.

No ano passado, 814 empresas de 19 países participaram do estudo, gerando uma base de dados com pouco mais de 80 mil respostas. As companhias brasileiras correspondem a 53% do total.

* Com informações da Assespro Nacional.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/05/2019
Empresa desenvolve algoritmo que seleciona candidatos a emprego

20/05/2019
Falsas ofertas de emprego fazem o Brasil campeão de phishing

02/05/2019
Mais de meio milhão de brasileiros trabalham com TICs

26/04/2019
TI precisa de 420 mil novos profissionais até 2024

26/04/2019
Salários em TICs são três vezes maiores que a média nacional

24/04/2019
Embraer usa IA para contratar e abre 40 vagas para TI e cibersegurança

18/04/2019
Empresa de negócios digitais busca profissionais de Mainframe

17/04/2019
Empresa de TI abre 119 vagas

11/04/2019
Plataforma digital abre mais de 200 vagas em São Paulo e Campinas

05/04/2019
Telecine, da Globosat, procura por cientistas de dados

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Brasscom: É urgente incluir computação no currículo do ensino médio e fundamental no Brasil

Apenas Internet das Coisas, vai gerar uma demanda de 107 mil profissionais que não estão disponíveis no Brasil, adverte o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.

TI precisa de 420 mil novos profissionais até 2024

Formação de mão de obra, que já sofre para atender a demanda, vai ficar longe dos 70 mil novos empregos por ano. IoT, Big Data e segurança são áreas de maior demanda.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site