INOVAÇÃO

Brasil e Coreia do Sul se aliam por Internet das Coisas, 5G e big data

Convergência Digital ... 24/04/2015 ... Convergência Digital

Os objetos conectados estão, de fato, entrando nos acordos governamentais. Nesta sexta-feira, 24/04, a presidenta Dilma Rousseff e a presidenta da Coreia do Sul, Park Geun-hye acertaram nove atos instituicionais de cooperação que devem trazer inovações tecnológicas ao Brasil, além de proporcionar o intercâmbio de especialistas em TIC.

Na área de TI, Internet das Coisas, com a conexão dos objetos por redes de alta velocidade, ganha destaque. Ficou definido que os dois países vão desenvolver aplicações conjuntas aplicadas ao big data, ao M2M e aos 'wearables', como óculos inteligentes e relógios inteligentes, que começam a ganhar escopo comercial no mundo.

O evento também serviu para o lançamento do Programa de Cooperação em Tecnologia da Informação Brasil-Coreia. Os acordos de cooperação envolverão empresas, universidades, centros de pesquisa. Essas iniciativas conjuntas, destacam comunicação oficial dos dois países, vão gerar oportunidade de negócios e o desenvolvimento de alto conteúdo tecnológico que atendam os mercados nacionais e internacionais.

A Coreia do Sul é responsável por aproximadamente US$ 3 bilhões em investimentos no Brasil, principalmente nas áreas automotiva, de semicondutores e de siderurgia. Entre 2009 e 2014, o comércio bilateral entre Brasil e Coreia do Sul passou de US$ 7,47 bilhões para US$ 12,35 bilhões. O saldo da balança comercial tem sido negativo para o Brasil, chegando a praticamente US$ 4,7 bilhões em 2014. As exportações brasileiras somaram US$ 3,83 bilhões enquanto as importações ficaram em US$ 8,52 bilhões no ano passado. Em 2009, o déficit estava em US$ 2,16 bilhões.

A Internet das Coisas é o tema central da 15ª Rio Wireless, que acontecerá nos dias 06 e 07 de maior, no Rio de Janeiro, com a participação dos principais especialistas do setor de TIC. Conheça a programação. Clique aqui.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Adarsh Kumar, Capgemini: open banking é transformador, mas dados pertencem aos clientes

O open banking vai mudar o modelo de serviços bancários, afirma o CTO e líder de cibersegurança para a América Latina da Capgemini.

Bradesco: Next não vai 'matar' o banco tradicional

O diretor-presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, garante que os dois modelos de negócio irão conviver, mas admite que as agências físicas vão mudar de perfil. Também revela que o Next mira um público mais jovem.

Brasileiro quer dar adeus às senhas com o uso maior da biometria

Sonho de consumo, revelado em estudo da IDEMIA, é de usar biometria para pagamentos online e para acessar ambientes dentro da própria casa. Brasil desponta em primeiro lugar no uso da biometria pela impressão digital, mas despenca posiçoes no uso do reconhecimento facial.

Com novo aporte de US$ 150 milhões, Loggi é o mais novo unicórnio brasileiro

Startup voltada para entregas expressas atingiu valor de US$ 1 bilhão com nova rodada de investimentos. Empresa afirma que vai montar uma equipe com mais de 1000 desenvolvedores para ser referência mundial em Inovação.

Vivo reduz em 36% suas emissões de CO2

Desde outubro de 2018, 100% do consumo de energia da Vivo passou a ser proveniente de fontes renováveis, a partir da contratação de energia incentivada com atributo renovável no mercado livre.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G