Home - Convergência Digital

O LinkedIn pode pegar você na mentira

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 27/04/2015

Já que o currículo é o resumo de nossa experiência e capacitação profissional, é normal que sempre tenha alguma característica ou informação que foge à verdade, mas faz com que o profissional pareça melhor. Com o LinkedIn, ficou mais fácil ainda acrescentar informações fictícias – até agora.

A rede social garantiu uma patente para um “Sistema Interativo de Checagem dos Fatos”, registrada em 2013 pelo inventor Lucas Myslinski. Com ela, o site poderá checar todas as informações em currículos e perfis. O serviço “automaticamente monitora, processa, faz a verificação de fatos e indica o status da informação”.

De acordo com o Business Insider, não é tão diferente do novo sistema do Facebook que sinaliza histórias falsas, exceto que o sistema do LinkedIn usaria as afirmações do usuário através de um compressor automático e verificar se elas se sustentam. Além disso, o sistema também corrige informações erradas colocadas – supondo que alguém cometa algum erro em seu currículo.

Faça o seu currículo de forma correta. Saiba como usar a rede de forma correta. Clique aqui.

Fonte: Info Money

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

05/02/2019
Facebook Messenger libera função de apagar mensagem

26/09/2018
Elétricas esperam arrecadar R$ 3,6 bilhões por ano com as teles

26/09/2018
Empresa responde por assédio feito a funcionária pelo celular corporativo

25/09/2018
Decreto amplia uso da terceirização no serviço público

24/09/2018
Redes sociais e buscadores puxam crescimento de 4,5% em publicidade

03/09/2018
Governo limita 'caronas' em atas de registro de preços

30/08/2018
Receita vai permitir novos parcelamentos de dívidas no Simples

28/08/2018
Grupo Boticário: Tecnologia não faz a transformação digital

28/08/2018
Celulares e redes sociais turbinam transferências de dinheiro no mundo

20/08/2018
Anatel quer privilegiar 3,5 GHz como primeira faixa para 5G

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Falta de mão de obra qualificada espanta investidores no Brasil

Mais de 50% dos jovens brasileiros podem ficar fora do mercado de trabalho por falta de qualificação e de habilidades digitais. A advertência foi feita por especialistas que debateram sobre educação e capacitação digital no Painel Telebrasil 2019.

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Mais de meio milhão de brasileiros trabalham com TICs

Raio-X do mercado de trabalho nos últimos 10 anos, feito pela Softex, mostra que o salário médio de R$ 6 mil.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site