TELECOM

TIM adianta que acesso gratuito ao WhatsApp tem data para acabar

Por Roberta Presscott ... 06/05/2015 ... Convergência Digital

Durante conferência de resultados do primeiro trimestre deste ano, realizada nesta quarta-feira, 6/5, o presidente da TIM, Rodrigo Abreu, voltou a defender que a aplicação de zero rating (ou seja, gratuidade no tráfego de dados para determinada aplicação e serviço específico) não fere os princípios da neutralidade de rede. Para o executivo, a modalidade é mais um tipo de competição no mercado, que proporciona benefícios aos usuários.

A TIM lançou, no fim do ano passado, o plano Controle WhatsApp que dá acesso gratuito e ilimitado ao aplicativo de mensagens de texto, voz e imagem. Em fevereiro deste ano, a TIM estendeu parceria com WhatsApp e passou a não descontar o tráfego de dados do aplicativo da franquia dos planos pós-pagos Liberty Express. Apesar do sucesso, Abreu informou que há prazo para a promoção do WhatsApp acabar. Isto deverá acontecer em junho, quando a TIM deverá impor algumas restrições ao uso do aplicativo.

Um estudo da operadora mostrou que a promoção tem impacto na rede da operadora a partir do aumento de tráfego de dados. “A rede está preparada e a oferta foi dimensionada”, afirmou Abreu. O executivo destacou também que a estratégia estimula o uso de dados ao mesmo tempo em que elimina a dependência na comunidade — fomentar o uso dos serviços de telecomunicações entre clientes da mesma operadora.

O presidente da TIM ressaltou a importância dos aplicativos que usam a rede de telecomunicações (chamados de over-the-top) para fomentar o consumo de dados, uma vez que os usuários não querem ficar restritos a apenas um serviço. “Ao longo do tempo, vai existir uma menor dependência em um único aplicativo. A ARPU do plano Controle WhatsApp é maior porque o cliente quer ter mais consumo de dados”, disse.

Impulsionado pelo WhatsApp, o plano Controle pós-pago apresentou crescimento de 23% no primeiro trimestre deste ano na comparação anual. A estratégia da telco vai ao encontro da migração dos serviços de voz para dados, inclusive com a primeira sendo incorporada por aplicativos que usam VoIP. “Minha visão no longo prazo é de que voz deixará de ser tarifada separadamente e ficará dentro de pacotes de dados, porque já vemos a substituição de dados por voz”, adiantou Abreu.

No balanço apresentado, nota-se claramente esta tendência, uma vez que a receita média por cliente (ARPU) cresceu 29% na comparação anual no 1T15, enquanto ARPU de voz e SMS sofreram reduções. Os serviços de dados alcançaram 34 milhões de usuários, 27% a mais que no 1T14, totalizando 45% da base de usuários.

Este aumento pode ser explicado pela ampliação no uso de smartphones, que, no 1T15, respondeu por 90% dos dispositivos vendidos. A penetração de smartphones na base total de usuários da TIM alcançou 53%. 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Anatel aperta o cerco aos equipamentos piratas de TV por Assinatura

Agência reguladora alerta que os aparelhos sem homologação aumentam o risco de vazamento de materiais tóxicos, choques elétricos e até explosões. No ano passado, mais de 200 mil foram lacrados. 

Vivo coloca IA Aura para atender clientes pelo WhatsApp

Pelo número 11-99915-1515, é possível esclarecer dúvidas sobre planos e promoções, verificar consumo de dados, fazer recargas com bônus e receber 2ª via de conta, entre outras funcionalidades.

Silêncio positivo para antenas passa na MP da Liberdade Econômica, mas não como o mercado esperava

Serão os órgãos públicos- os responsáveis pela burocracia excessiva e que restringem a liberação da implantação - os responsáveis por determinar um prazo máximo de resposta. MP da Liberdade Econômica também mexeu em pontos da Lei trabalhista.

Unifique compra provedor Internet em Santa Catarina

Aquisição faz parte da estratégia da Telecom catarinense de ampliar sua área de expansão e conquistar 1 milhão de residências até 2025. Unifique, hoje, atende a 116 municípios do Estado de Santa Catarina.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G