INOVAÇÃO

Investidores-anjo pedem proteção jurídica para investir no Brasil

Convergência Digital ... 24/06/2015 ... Convergência Digital

Os investidores-anjo reivindicaram ao ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, uma proteção jurídica, por meio de uma regulamentação, e elaborar políticas de estímulo para o investimento anjo. Segundo dados divulgados no 3º Congresso de Investimento-Anjo, realizado nesta quarta-feira, 24/06, em São Paulo, os investimentos-anjo somam hoje no Brasil R$ 688 milhões e tem potencial de desenvolvimento, em 2015, de R$ 1,4 bilhão.

"Investimento-anjo tem papel crítico no financiamento das empresas nascentes. As pesquisas mostram que empresas que receberam esses investimentos crescem mais e se desenvolvem mais rapidamente, isso pode fazer a diferença para o empreendedorismo brasileiro", afirmou o presidente da Anjos do Brasil, Cassio Spina. Investimento-anjo é uma prática crescente no País e no mundo, e consiste na junção entre capital e inteligência capaz de apoiar o desenvolvimento de negócios de alto impacto. O foco desse tipo de investimento são empresas inovadoras de alto potencial.

"O Ministério tem compromisso com as reivindicações da Anjos do Brasil. Estamos reintegrando as reivindicações a um inventário de sugestões e propostas que levarei à Presidenta da República para remover os óbices à ciência, pesquisa e à inovação no Brasil", disse o ministro Aldo Rebelo, ao participar de painel no Congresso. Das reivindicações do setor foram mencionadas o fim da burocracia e a redução da carga tributária.

O ministro reforçou que o MCTI "irá criar todas as condições" para um ambiente favorável aos investimentos-anjo. "A inovação é elemento dinâmico, decisivo, e, hoje, cada vez mais presente nos processos de desenvolvimento da economia do mundo e das nações. A capacidade de inovar está diretamente ligada à capacidade da economia de ampliar as oportunidades de trabalho, gerar empregos, rendas e tributos de alta tecnologia", acrescentou Rebelo.

*Fonte: Assessoria do MCTI


boostLAB, do BTG Pactual, abre espaço para ERPs, big data e Edtechs

A quarta edição do programa superou a marca de 260 empresas inscritas. Para o Batch #5 serão selecionadas de cinco a dez startups para seguirem no programa durante cinco meses. Inscrições abrem nesta quinta-feira, 05/12.

STJ valida sistema 'mailbox' e confirma patente por 20 anos

​A Terceira Turma do STJ, por unanimidade, estabeleceu em 20 anos o prazo de vigência de patente concedida pelo sistema mailbox, contado a partir da data do depósito do pedido pelo interessado.

Carros autônomos se multiplicam, mas estão longe do mercado de consumo

Segundo a consultoria Gartner, veículos equipados para direção autônoma mais que dobram a cada ano, mas só o custo dos sensores já os deixa restritos à pesquisa. 

Brasileiros já incluem dispositivos IoT em lista de desejos

Pesquisa da Avast lista smartwach, caixa de som inteligente, lâmpada e termostato conectados como principais itens de consumo do momento. 

Brasil precisa fazer mais para crescer o uso da Inteligência Artificial

Estudo, realizado pela consultoria norte-americana DuckerFrontier, feita a pedido da Microsoft, revela cinco categorias para serem priorizadas no País: governo, serviços públicos e governança; educação, habilidades e capacitação; pesquisa, inovação e desenvolvimento; infraestrutura de tecnologia; e ética, regulamentação e legislação.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G